A Prefeitura Municipal de Curionópolis comunica às famílias que participam do Programa Bolsa Família (PBF) a data limite da segunda vigência de acompanhamento do programa prorrogada para o dia 14 deste mês. Os beneficiários devem procurar uma Unidade Básica de Saúde em Curionópolis ou em Serra Pelada para a atualização dos dados.

As famílias que devem ser acompanhadas na área da saúde são aquelas que possuem crianças até 7 anos e/ou mulheres gestantes. Das 2.708 famílias que foram acompanhadas no primeiro semestre de 2018, somente 2.013 famílias compareceram no último semestre de 2018, o que corresponde a um acompanhamento de 74,34% que tiveram seus dados atualizados.

Aqueles que ainda não cumpriram com as condições do programa, devem comparecer ao posto de saúde mais próximo a sua residência para atualizar as informações sobre o controle de vacinas, peso e crescimento no caso das crianças. Já as mulheres gestantes devem ser acompanhadas durante o pré-natal.

Todos devem ficar atentos para não perder o prazo do acompanhamento obrigatório, caso contrário o benefício pode ser bloqueado ou suspenso.

Condicionalidades na área da Educação

O município de Curionópolis apresentou na área da educação, 3.661 crianças e jovens de 6 a 17 anos, que precisaram ter a frequência escolar acompanhada no último bimestre. Da meta a ser alcançada, 97,76% das crianças e jovens tiveram a informação da frequência escolar registrada nesse período.

Os estudantes com baixa frequência escolar, crianças com calendário de vacinação e acompanhamento do crescimento desatualizados e as gestantes que não realizaram o pré-natal sinalizam ao poder público um indício de que a família se encontra em situação de vulnerabilidade e risco social.

O que acontece a quem não atualizar as informações?

1° Advertência: a família é comunicada de que algum integrante deixou de cumprir condicionalidades, mas não deixa de receber o benefício.

2° Bloqueio: o benefício fica bloqueado por um mês, mas pode ser sacado no mês seguinte junto com a nova parcela.

3° Suspensão: o benefício fica suspenso por dois meses, e a família não poderá receber os valores referentes a esse período;

4° Cancelamento: a família deixa de participar do PBF.

Comentários