Prazo para credenciamento de táxi e mototáxi em Parauapebas será ampliado

0
233

Os vereadores aprovaram, por unanimidade, o Projeto de Lei nº 6/2018, de autoria de João do Feijão (PV), que visa ampliar de três para cinco anos o tempo de fabricação dos veículos para credenciamento junto ao Departamento Municipal de Trânsito e Transporte (DMTT), nas modalidades táxi, mototáxi e motofrete.

 

A proposição altera o Artigo 41, parágrafos 4º e 5º, da Lei Municipal nº 4.551/2013, que dispõe sobre a regulamentação do sistema de transporte urbano do município de Parauapebas.

 

De acordo com o autor, o objetivo do projeto é tornar a lei mais justa para a categoria, tendo em vista que os veículos geralmente são adquiridos por meio de financiamentos com prazo médio de cinco anos, mas precisam substituí-los a cada três anos para atender às exigências da lei vigente.

 

Esse prazo impede a categoria de ter a oportunidade de fomentar o crescimento financeiro familiar, considerando que tanto o financiamento quanto a vida útil do veículo tem prazo semelhante, ou seja, o proprietário do carro ou moto está o tempo todo endividado com o bem adquirido”, explicou João do Feijão.

 

Tramitação

O Projeto de Lei nº 6/2018 passou por votação na sessão da Câmara Municipal realizada na última terça-feira (29) e foi analisado pelas comissões de Constituição, Justiça e Redação e de Segurança Pública e Defesa Social, que emitiram pareceres favoráveis à aprovação.

 

A matéria será enviada para sanção do prefeito Darci Lermen. Caso seja sancionada, entrará em vigor na data em que for publicada.

 

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.