Posto de combustível foi autuado em Goiânia e não em Parauapebas como circula nas redes sociais

1173

Desde as primeiras horas da noite desta quinta-feira (17) circula nas redes sociais a informação que um posto de combustível em Parauapebas estaria adulterando a bomba e vendendo uma certa quantidade e entregando outro para os clientes, pois bem, a informação é falsa e não passa de boataria espalhada nas redes sociais.

O caso realmente aconteceu em Goiânia, no Goiás, e o  Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia do Goiás (Inmetro) identificou um aparelho que adulterava a quantidade de produto repassada ao consumidor em uma bomba de gasolina enquanto ministrava um curso para fiscais, em um posto de combustíveis do município, nesta quarta-feira (16). Conforme a assessoria de imprensa da Polícia Civil, o dono do estabelecimento foi preso por crime contra relações do consumidor.

Flagra

Durante a demonstração sobre como identificar fraudes em postos de combustíveis, quando a bomba do posto foi aberta para mostrar o equipamento, o aparelho foi localizado. Segundo o superintendente do Inmetro em Goiás, André Abrão, por causa do dispositivo, o cliente pagava por mais combustível do que recebia.

Comentários