Com o aumento de 12 clubes na edição de 2021 do Campeonato Paraense, a disputa na Segundinha promete este ano e por um bom motivo: o acréscimo de vagas na elite do futebol local.

Além do campeão e vice da edição deste ano, o terceiro colocado poderá também ter direito de disputar a elite da competição, pois o Carajás anunciou em abril a venda de seu espaço e a paralisação das suas atividades após o Estadual.

Os rumores aumentaram ainda mais no mês passado quando o seu presidente, Luis Omar Pinheiro anunciou que será candidato a presidência do Paysandu, em pleito previsto para novembro.

Com isso, a elite Estadual somaria nove clubes e para se juntar a doze, a Segunda Divisão terá três times que irão subir de divisão para o ano que vem.

Previsto para começar em outubro, a Segundinha terá clubes de tradição na disputa como Tuna Luso, Cametá, São Raimundo, São Francisco, Parauapebas, Clube Atletico Paraense, Izabelense e outras agremiações. (DOL)