O número de contratações de trabalhadores com carteira assinada no Pará caiu em junho passado, quando foram feitas 29.247 admissões contra 30.957 desligamentos, gerando um saldo negativo de 1.710 postos de trabalho. No centro comercial de Belém, o gerente de uma loja de confecções na rua João Alfredo, Augusto Levy, contou que adotou algumas medidas para não precisar demitir funcionários com carteira assinada. “Em julho, particularmente, não temos queda de vendas porque temos um departamento inteiro voltado para peças de banho. Então, para nos manter estáveis, fazemos muitas promoções na loja mesmo nessa época do ano. É uma forma de driblar a crise financeira mundial”.

O gerente de outra loja de confecções, Zezinho Belém, disse que as promoções o têm ajudado a se manter equilibrado economicamente. “Não demitimos, mas por outro lado também não houve contratações. É um período difícil, mas estamos com expectativa positiva de sair dessa fase porque não temos lucro”.

O estudo foi feito pelo Departamento Intersindical de Estatísticas e Estudos Socioeconômicos (Dieese) com base em informações do Ministério do Trabalho.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here