A Gol anunciou que a partir desta quarta-feira, 01,  passa a operar voos em Carajás e Altamira, no interior do Pará. Conforme a companhia, as novas operações visam atender à demanda corporativa da região e estão alinhadas com a estratégia da empresa de ampliar sua atuação em mercados considerados importantes, como o Pará.

Com essas duas localidades, a companhia passa a ter cinco destinos no estado, incluindo Belém, Santarém e Marabá. Os voos em Carajás com destino a Belo Horizonte, Rio de Janeiro e Belém estarão disponíveis às segundas, quartas, sextas e domingos. Já os voos com origem em Altamira com destino à Brasília, Rio de Janeiro e Belém serão realizados às terças, quintas e sábado.

A Gol lembra que Carajás e Altamira abrigam dois grandes empreendimentos: operações de mineração da Vale e a hidrelétrica de Belo Monte. “Em abril deste ano foram anunciadas obras de melhorias e expansão no Complexo de Mineração Carajás, com previsão de início em 2016. Estima-se que as obras devem promover a criação de 30 mil empregos diretos na região”, citou a aérea, que comenta ainda que em Altamira, mais de 29 mil trabalhadores foram recrutados para a construção da usina hidrelétrica, que deve começar a gerar energia no início de 2015.

A Gol tem centrado sua atenção no mercado corporativo, que gera maior rentabilidade. Os esforços têm garantido bons resultados para a companhia, que no segundo trimestre registrou um crescimento do yield (indicador de tarifa) da ordem de 17% frente igual período do ano passado, colaborando para uma expansão de 30% na receita de passageiros por assento-quilômetro oferecido (Prask).

Além disso, os novos destinos também ajudam a incrementar a malha regional da companhia, enquanto o setor aguarda o andamento do plano de aviação regional do governo federal, que prevê subsídios para rotas entre cidades pequenas e médias do interior e destas para as capitais. Até agora a Gol atendia a 22 destinos considerados regionais.