Vem ganhando cada vez mais adeptos nas redes sociais o movimento #FreeTheNipple (Liberte o Mamilo). Nele, mulheres de todo o mundo publicam fotos dos mamilos nas redes sociais.

O movimento teve início no ano passado, após uma adolescente islandesa que, ao partilhar uma fotografia do mamilo no Twitter, foi humilhada.

Este não é o único protesto no qual mulheres e homens vem tirando a roupa.

A Pedalada Pelada é outra manifestação ciclistas tiram a roupa para protestar por melhores condições de trânsito dos ciclistas e tem entre seus lemas a frase “Atentado ao pudor é um corpo estirado no chão”.

As ativistas do grupo Femen, pelos direitos das mulheres, também são conhecidas por  protestar seminuas nas ruas.

“O protesto nu manda uma mensagem: ‘Esse corpo é meu, dele eu faço o que quiser e uso da forma que eu quero. Eu mando no meu corpo’”, afirma Sara Winter, organizadora do Femen Brazil, representação local de um movimento nascido na Ucrânia, em 2008.

Mas esse tipo de protesto nem sempre é bem visto. A socióloga Maria Lúcia Victor Barbosa em entrevista para o site Opinião & Notícia afirmou que esse tipo de manifestação acaba diluindo a causa, já que a nudez chama mais a atenção.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here