MINÉRIO DE FERRO: Preço acumula queda de 3,25% na semana

0
1524

Leia no Minério de Ferro de hoje: Preço do minério recua 1% e é cotado a US$ 48,21 a tonelada; Mercado imobiliário demanda menos aço; Vale vende minério de Carajás por US$ 52,10 a tonelada; Estoque de minério do Brasil na China avança 5% em uma semana.

Preço do minério recua 1% e é cotado a US$ 48,21 a tonelada

O índice de preços de minério de ferro compilados pela Metal Bulletin mostra que o metal perdeu 50 centavos de dólar, ou 1%, e caiu hoje (6) para US$ 48,21 a tonelada. O minério de ferro é medido em toneladas métricas base seca, sem umidade. Este preço é para minério com 62% Fe entregue no porto de Qingdao, na China, no prazo de oito semanas na modalidade custo e frete (CFR).

Mercado imobiliário demanda menos aço

A redução da demanda por aço em meio a um mercado imobiliário menos dinâmico na China pode durar mais do que as siderúrgicas gostariam. Nesse ambiente, a demanda decrescente de minério de ferro puxou as exportações do Brasil para baixo, diz análise da Bloomberg Intelligence. No Brasil, a exportação de minério de ferro em outubro caiu 4,1%, para 34,15 milhões de toneladas, na comparação com o mês anterior. O Brasil responde por 15% do minério importado pela China

Vale vende minério de Carajás por US$ 52,10 a tonelada

A Vale vendeu uma carga de 75.000 toneladas de minério tipo Carajás (IOCJ), com 65,15% Fe, ao preço fixo US$ 52,10 a tonelada CFR China na plataforma eletrônica de negociação Global Ore. A carga será entregue em novembro. Ontem, a Vale ofereceu carga similar na mesma plataforma por US$ 53,70 e recebeu uma contraproposta de US$ 50,80.

Estoque de minério do Brasil na China avança 5% em uma semana

O estoque de minério de ferro brasileiro nos 40 maiores portos chineses subiu de 11,45 milhões para 12,05 milhões de toneladas na semana encerrada nesta sexta-feira (6). Esse volume é similar ao registrado no início de maio. Os dados são da Singapore Steelhome Information (SSI). Veja o gráfico.

Estoque de minério de ferro brasileiro na China, em 10 mil toneladas. Crédito: SSI

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui