Mineradora Vale se manifesta sobre operação da Policia Federal em Parauapebas

0
4209

Na manhã desta segunda-feira (7) a Policia Federal deflagrou a Operação Extortore, voltada à investigação dos responsáveis por diversos atos de sabotagem praticados em Parauapebas,  com o propósito de compelir à empresa Vale S.A. ao pagamento de valores pecuniários indevidos. Ao todo, estão sendo cumpridos dois mandados de prisão temporária e três mandados de busca e apreensão.

Através de nota a mineradora Vale se manifestou sobre a operação, confira.

Nota à imprensa

O papel da Vale foi fornecer informações à Polícia Federal, nos últimos meses, em função da gravidade desses atentados terroristas cometidos contra a empresa. A Vale vai continuar colaborando com as investigações da Polícia Federal e ressalta o trabalho profissional e competente da PF ao longo desta investigação.

Operação:

Desde maio de 2016, diversas torres de transmissão de energia, voltadas ao atendimento das atividades desenvolvidas pela empresa Vale S.A. na região, foram alvo de ataques de criminosos, que desparafusavam as bases das torres, deixando-as na iminência de cair. Em seguida, os criminosos entravam em contato com um funcionário da área de segurança da empresa Vale S.A., indicavam as torres que foram atacadas, e em seguida exigiam quantias que chegavam a 15 milhões de reais para cessarem os ataques.

A investigação, que teve início na Polícia Civil, foi assumida pela Polícia Federal após a constatação de que os mesmos indivíduos foram responsáveis pelo ataque à Estrada de Ferro Carajás, em 19 de outubro de 2016, mediante a detonação de explosivos que causaram danos à estrutura da Estrada de Ferro, o que atraiu o interesse da União.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.