Mês de outubro terá chuvas com maior frequência e raios no Pará

0
348

O mês de outubro é caracterizado pelo início do período chuvoso nas regiões sul, sudeste e sudoeste do Pará. De acordo com uma previsão climática mensal feita pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas), grande parte dessas regiões, terão chuvas com mais frequência e volume esse mês, mas ainda insuficientes para compensar o período de estiagem recente.

Já na porção norte e nordeste do estado, que compreende a Ilha do Marajó, Região da Calha Norte e Região Metropolitana de Belém (RMB), prossegue o período menos chuvoso, com chuvas rápidas e volumes reduzidos.

Com o início do período chuvoso no sul do Pará, as regiões ainda vão experimentar tempo quente durante o dia, porém, a temperatura vai ficar ligeiramente mais baixa em relação aos últimos quatro meses – chegou a 37 graus em Marabá e Conceição do Araguaia. Agora, em outubro, a tendência é que a temperatura máxima das regiões sul, sudeste e sudoeste do estado permaneçam entre 32 e 34 graus.

A análise feita para o estado inteiro indicou que as maiores temperaturas vão ocorrer na Região Metropolitana de Belém (RMB), que podem alcançar de 36º a 37º graus. No norte e nordeste do Pará, vai chover dentro do esperado, em forma de pancadas no período da tarde e início da noite, com tendência de uma chuva passageira que ainda não caracteriza o período chuvoso.

Segundo Saulo Carvalho, da Diretoria de Meteorologia e Hidrologia (Dimeh) da Semas, a transição do período seco para o mais chuvoso se torna propício para eventos extremos, como aumento de vendavais e incidência de raios. Isso acontece porque não há muita umidade disponível para a formação de chuvas de grande volume – como acontece no período chuvoso, e a energia é convertida em ventos fortes, rajadas e raios.

“É uma coisa normal e vai ficar dentro do esperado para outubro, mas precisamos tomar certos cuidados: ficar protegidos e abrigados nos momentos de chuva, não ficar embaixo de árvores e não utilizar equipamentos ligados a rede elétrica durante a chuva, por exemplo”, alertou.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here