Marabá: Bolsa Família injeta R$ 2,6 milhões por mês na economia local

0
324

A fila na porta do departamento chamava a atenção de quem passava pela entrada da Velha Marabá. Centenas de beneficiários do Programa Bolsa Família procuraram pelo serviço logo nas primeiras horas desta segunda-feira 25.

De acordo com Priscila Veloso, coordenadora do programa, que é administrado pela Seasp (Secretaria Municipal de Assistência Social), a equipe estava preparada para receber uma grande demanda nesse retorno às atividades. “Nós já esperávamos essa grande quantidade de pessoas, tanto que nos planejamos para isso”, disse.

Ainda segundo ela, foram distribuídas 200 senhas para atendimentos pré-agendados e 150 para bloqueio ou desbloqueio do benefício. Rosenilde Vieira Rodrigues recebeu uma dessas senhas para desbloquear o novo cartão.

A beneficiária saiu do município de Itupiranga e já recebe do Bolsa Família há quatro anos. “Vem um número no cartão que a gente liga pra desbloquear, mas isso é tempo perdido porque eu liguei 40 vezes e não resolveram. Por isso eu aqui na fila pra ver se eu consigo resolver”, disse, acrescentando que esperava conseguir um agendamento.

Segundo Priscila Veloso, o atendimento ao público é feito de segunda a quarta-feira e são realizados cerca de 300 atendimentos por dia. Às quintas e sextas o departamento realiza expediente interno e atende a agendamentos. Ao todo, 16.832 mil famílias são beneficiárias do programa na região, o que significa uma injeção de R$ 2.623,000,00 reais mensalmente na economia local.

O governo federal está realizando auditoria em cadastros de 6 mil famílias, que deixaram de prestar algum dado ou omitiram informação ao programa. Por isso, os recadastramentos estão sendo agendados, para que a equipe possa atender aos beneficiários que estão passando por reavaliação. O prazo para encerramento da auditoria do governo federal é 21 de fevereiro próximo.

O Bolsa Família está localizado na Avenida Antônio Maia, Velha Marabá, e funciona de 8h às 14h. De segunda a quarta-feira ocorre a distribuição de senhas para agendar atendimento. Entre os serviços oferecidos pelo departamento estão: bloqueio e desbloqueio do benefício; acompanhamentos de saúde e educação; recadastramento e auditoria.

Perfil do Bolsa Família

Conforme disponibiliza o site do Ministério do Desenvolvimento Social (MDS), “o Programa Bolsa Família atende às famílias que vivem em situação de pobreza e de extrema pobreza. Foi utilizado um limite de renda para definir esses dois patamares. Assim, podem fazer parte do Programa:

– Todas as famílias com renda por pessoa de até R$ 77 mensais;
– Famílias com renda por pessoa entre R$ 77,01 e R$ 154 mensais, desde que tenham, em sua composição crianças ou adolescentes até 17 anos.

A seleção das famílias é feita por um sistema informatizado, a partir dos dados que elas informaram no Cadastro Único e das regras do programa. As famílias selecionadas recebem um cartão de saque, o Cartão Bolsa Família, emitido pela Caixa Econômica Federal (Caixa) e enviado para a casa delas pelos Correios. Junto com o cartão, a família recebe um panfleto com explicações sobre como ativá-lo, o calendário de saques do Bolsa Família e outras informações”.

Texto: Fabiane Barbosa/Fotos: Dinho Aires

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui