Credores da Transbrasiliana se reúnem na ACIP para negociação de débitos

0
326

Mais uma vez a diretoria da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (ACIP), que tem à frente o empresário Humberto Costa, preocupada com a situação financeira de seus associados, vem tentando intermediar dívidas de terceirizadas da mineradora Vale com vários empresários locais.

Nesta terça-feira (26), a pedido da Diretoria da ACIP, os credores da empresa Transbrasiliana, que prestava serviços para a mineradora Vale, foram convocados para uma reunião na sede da Associação, localizada no Bairro Rio Verde e ouviram de representantes da Transbrasiliana, com acompanhamento da ACIP e da Vale, os questionamentos sobre os débitos que a empresa de transporte tem com vários empresários de Parauapebas.

Paulo de Tarso Chander, esteve na reunião e se apresentou como a pessoa responsável pela reestruturação da Transbrasiliana em todos os Estados onde a mesma atua. De acordo com Paulo, a empresa está avaliando cada unidade de negócio, expandindo a atuação de algumas e encerrando outras, tendo já fechado 3 unidades e que a princípio, a empresa continuará a atuar na linha Carajás / Parauapebas como transporte público, já que detém de concessão.

Ainda de acordo Paulo Tarso, os valores que ainda haviam a serem recebidos pela empresa Transbrasiliana da Vale, foram utilizados para quitar as questões trabalhistas. “Nossa empresa não pode ser comparada a outras que deram calote no mercado.  Honraremos todos os compromissos que ainda estamos pendentes no comércio de Parauapebas”, informou o representante da Transbrasiliana, que disse que a empresa está levantando todos os débitos,  documentando-os e analisando caso a caso. “Em paralelo estamos trabalhando maneiras de levantar os recursos necessários ao pagamento”, disse.

Questionado pela diretoria da Associação Comercial, Industrial e Serviços de Parauapebas (ACIP) à respeito da definição de uma data para realização dos pagamentos, Paulo Tarso respondeu que é necessário realizar o trabalho do levantamento e documentação de todos os débitos, além de levantar recursos para a quitação e estabeleceu o prazo de vinte dias, no máximo, para definição de data para pagamento.

Na reunião, os representantes da empresa Transbrasiliana responderam a diversos questionamentos dos credores, representantes da ACIP e da Vale e ao final do encontro definiu-se que a empresa deveria comparecer na ACIP, nos dias 27 e 28 de maio, no período de 8h00 às 14h00, para conversar individualmente com cada credor.

Em declarações prestadas à reportagem, Humberto Costa, Presidente da Acip, disse que “as reuniões ocorreram conforme planejado, foram comparados, conferidos e documentados os débitos apresentados pelos credores em relação ao controle da empresa. Na segunda semana de junho, novamente haverá contato entre a Transbrasiliana e ACIP, no sentido de definir-se nova data para reunião com os credores. Tencionando-se que a empresa já tenha uma definição de prazo para o pagamento de cada um”.

Reportagem e fotos: Bariloche Silva – Da Assessoria de Imprensa da ACIP

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.