Karatecas de Parauapebas participa de Campeonato Brasileiro

1058

Depois de muito treino sob rígida disciplina os atletas da associação Kimê de Karatê Interestilo estão, segundo o coordenador da entidade, Schellbe Cardoso, estão prontos para mais um desafio. Os treinos, segundo ele, aconteceram toda terça-feira e quinta-feira, preparando os atletas que tem a partir de cinco anos de idade atendidos pelo Projeto Karatê nas Escolas, uma parceria com a Prefeitura Municipal de Parauapebas através da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer, tendo o seu secreatario o Sr. Edimar Rodrigues . “Todos esses atletas fazem parte do projeto que é desenvolvido gratuitamente na escola pública”, explica o coordenador da associação Kimê, detalhando que o critério para que o aluno participe do projeto é ter boas notas e bom comportamento tanto em casa quanto na escola.

Dessa vez o embate será em Indaiatuba, São Paulo, onde ocorrerá no período de 13 a 15 deste mês, novembro, o Campeonato Brasileiro de Karatê Interestilo.

Ao todo foram participar do campeonato 41 atletas desta associação que irão acompanhados de 10 membros da comissão técnica que orientarão os atletas dando a eles segurança para fazer o que já sabem muito bem.

Esta não é a primeira vez que atletas de Parauapebas saem em busca de medalhas, mas por diversas vezes trouxeram importantes títulos de campeonatos nacionais e até internacionais. Já neste ano competiram no Zonal Norte e Nordeste, ocorrido em maio na Bahia; do Campeonato Panamericano, na Argentina, de onde trouxeram excelente resultado.

Porém o Campeonato Brasileiro não dará aos atletas apenas medalha, mas ali serão ranqueados para participar do Campeonato Sulamericano que ocorrerá no Uruguai além do Campeonato Mundial que será na Irlanda. O que significa que atletas de Parauapebas estão competindo de igual pra igual com atletas de todo o mundo trazendo excelentes resultados além de divulgar o nome do Município. Para Schellbe o grande diferencial é que trata-se de crianças carentes que tem acesso gratuito ao esporte com possibilidade de competir em lugares que jamais conseguiriam por conta própria. “Nossa expectativa neste campeonato é conquistar o maior número de medalha possível, pois assim estaremos assegurando lugares para nossos atletas competirem no Sulamericano e depois no Panamericano”, planeja Schellbe.

Francesco Costa- Da redção

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui