Joelma Leite diz que vai atuar como oposição ao governo na Câmara Municipal

0
343

“Digo a vocês, com muita convicção, que estou do lado do povo, do lado de Parauapebas. Não posso fechar os olhos para a crise institucional instalada em nosso município. Diante da situação catastrófica em que nos encontramos, não me resta outra alternativa senão atuar como oposição ao governo”. Essas foram palavras proferidas por Joelma de Moura Leite em seu discurso de posse.

A nova vereadora afirmou que assume o mandato com responsabilidade de fazer valer o papel do vereador, que é fiscalizar as contas públicas, propor projetos de leis de interesse da comunidade e buscar soluções para os problemas da cidade.

Joelma Leite passou a integrar o parlamento na tarde desta terça-feira, 8 de setembro. Empossada durante sessão ordinária, a vereadora ocupa o lugar de José Arenes, afastado por decisão judicial.

Ao fazer uso da palavra, Joelma ressaltou que não se alegra com a queda dos companheiros que tiveram seus mandatos interrompidos, mas aceita o desafio e entende que tem uma grande missão pela frente. Primeira suplente do Partido dos Trabalhadores (PT), Joelma recebeu 1.529 votos nas eleições de 2012.

“Tenho consciência que meu mandato de vereadora pode durar uma semana, um mês, ou até dezembro de 2016, mas, seja o tempo que for, quero dar o melhor de mim, dedicar todo o meu esforço para representar bem a confiança do povo que acreditou em mim e ser motivo de orgulho para todo cidadão de Parauapebas”, disse Joelma Leite.

A parlamentar pediu a Deus sabedoria e humildade para exercer a vereança. Joelma ainda contou que ela tem ideais e conceitos formados sobre a maneira correta de fazer política, porém não pretende se colocar como dona da verdade e vai respeitar o contraditório.

“Conheço minhas prerrogativas como vereadora, meus poderes e limitações. Assim, agirei sempre amarrada pela Constituição, pela Lei Orgânica e pelo Regimento Interno desta Casa. Como fiscal do povo, buscarei sempre o diálogo com todos e não abrirei mão das atribuições do vereador e nem me intimidarei perante os problemas”, avisou.

Joelma Leite revelou que não tem alternativa senão a de se colocar à frente de uma batalha para reconstruir o município e ser mais um soldado nas trincheiras da oposição. “Como militante, dedico meu mandato a todos aqueles que sonham com uma política que seja instrumento de transformação social. Não quero nenhum privilégio nem me beneficiar do público. Não quero me apossar do poder como forma de benefício pessoal. Esse poder que emana do povo tem que ser devolvido ao povo através de políticas públicas, de serviços dignos, de transformação social, de oportunidades iguais e crescimento coletivo”.

A vereadora afirmou ainda que só acredita na política que seja capaz de representar os anseios da população e construir o novo. “Que este mandato represente a dignidade dos excluídos, os que sofrem sem os serviços básicos de saúde, os que têm direito à educação de qualidade usurpado, os que padecem pela falta de oportunidades, os que ficam alheios aos serviços sociais, os injustiçados. Vamos todos juntos voltar a sonhar e participar desse grande mutirão de reconstrução do nosso município, da nossa dignidade”, concluiu Joelma Leite.

(Josiane Quintino / Ascom CMP)

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui