Um Dia de Campo para aprender mais sobre a Ovinocaprinocultura  (criação de ovinos e caprinos), assim foi a última sexta-feira (4), para os produtores rurais da região Palmares Sul e os técnicos da Secretaria Municipal de Produção Rural (Sempror). 

Ministrada pelo professor doutor do Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia de Araguatins, Afonso Siqueira, a palestra abordou assuntos como: manejo alimentar, raças, valor de comercialização no mercado, aspecto econômico de criação, entre outros.

Com a participação de representantes da Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA), Adepará, Emater e Sempror, o momento foi de debate e esclarecimentos sobre as dificuldades encontradas dentro e fora da propriedade rural, incentivos para a criação de ovinos e a importância da orientação de um técnico.

A palestra aconteceu na localidade Barra do Cedro, dentro da propriedade da produtora Maria do Socorro Holanda, que está entre os 20 produtores rurais da região da Palmares Sul que criam ovinos e caprinos. A produtora que já cria carneiro há cerca de 1 ano e meio conta que já teve prejuízo por falta de um projeto adequado para a atividade.

“Tive prejuízo por começar a atividade sem projeto. Agora, com o projeto e as orientações do professor estou empenhada, vai dar certo”, declarou Maria do Socorro, destacando a importância da orientação dos técnicos da Sempror para suas atividades.

“Seria muito bom se todos os produtores rurais da região valorizassem os serviços oferecidos pela Prefeitura. Os técnicos visitam a propriedade e trazem sempre informações e orientações para o desenvolvimento das atividades”, declarou a produtora que já cria gado, suínos, aves, peixe e plantio de uva.

Para o coordenador da região Palmares Sul, Paulo Macêdo, reunir os produtores rurais e os órgãos ligados à área rural que atuam no município mostra a preocupação com o desenvolvimento e a qualidade das atividades desenvolvidas.

O secretário de Produção Rural, Rinaldo Borges, destacou que agricultura familiar é um grande desafio e falou da relevância da capacitação para o desenvolvimento das atividades junto aos agricultores.

“Estamos comprometidos com o desenvolvimento e entendemos que as tecnologias, ferramentas e técnicas apropriadas são sempre bem vindas para fortalecer o trabalho da agricultura familiar no município. Essa capacitação é mais uma possibilidade de aprendizagem para os nossos técnicos e produtores do município. Queremos ver resultados com os incentivos realizados nas pequenas propriedades”, disse o secretário.

Texto: Liliane Diniz

Fotos: Irisvelton Silva