O assassinato de Aylan Lima Lima, 18 anos de idade, no bairro Vila Nova em Parauapebas tem rendido na cidade.

De acordo com informações, o acusado foi morto  por duas perfurações de arma branca (faca), após adentrar em uma residência e tentar estuprar duas mulheres e uma criança de 10 anos de idade.

Ainda de acordo com informações, o caso aconteceu por volta das 4h da manhã quando o indivíduo teria pulado o muro e entrada na casa após arrombar a janela lateral e tentado  estuprar a menina, logo em seguida a mãe da vítima, entrou em luta corporal com o acusado que acabou sendo ferida, mas desferiu dois golpes fatais contra o acusado.

Mas, na tarde deste domingo, o muro da construção de uma praça no referido bairro foi pichado com as seguintes palavras “ Mataram um irmão, falaram que era estuprador, só mentira, só cria do PCC, ele era bandido”.

Logo em seguida, moradores do bairro ficaram aterrorizados com a mensagem e varias historias começaram a circular em grupos de mensagens instantânea.

A equipe do Portal Notícias de Parauapebas entrou em contato com o Delegado da 20° Seccional de Polícia Civil de Parauapebas que pediu para que moradores denunciem de forma anônima os autores das pichações e os ‘engraçadinhos’ que querem tirar o sossego dos moradores.

Para denunciar de forma anônima (94) 3312 -3350 e (94) 98198 -3350.