A produção legislativa deste ano começou com pedidos de melhorias infraestruturais para o município. As obras e serviços de construção aparecem constantemente nas pautas das sessões legislativas, com o intuito de diminuir e, posteriormente, erradicar o déficit de construção e obras públicas existentes. Durante a sessão ordinária desta terça-feira, 16 de fevereiro, os parlamentares trouxeram para a pauta problemas recorrentes, como asfaltamento, iluminação e sinalização.

A recuperação das ruas dos bairros Nova Vida I e II foi solicitada no Requerimento nº 01/2016, de autoria do vereador Marcelo Parcerinho (PMDB). De acordo com o parlamentar, são diversas manifestações de descontentamento por parte dos moradores da via. “Além de reclamações de pessoas que moram no local, este problema atinge, também, as pessoas que por ali transitam. Por isso é urgente a recuperação dessas ruas e a implantação de infraestrutura”, explicou Marcelo Parcerinho.

Foi solicitada, ainda, ao Executivo, a implantação de redutores de velocidade, bem como a sinalização vertical e horizontal de advertência e regulamentação nas ruas que ligam a estrada Faruk Salmen. O pedido foi feito pelo vereador Lidemir Alves (PR) por meio do Requerimento nº 02/2016. A proposição surgiu a partir de pedidos dos moradores das proximidades da estrada e tem o objetivo de reduzir os acidentes após as mudanças de trafegabilidade.

“Os riscos de acidentes crescem a cada dia por falta de sinalização e campanhas educativas aos motoristas que trafegam nas ruas adjacentes. Vai de encontro à estrada Faruk Salmen, à rua da Praça da Bíblia, sentido direto até o residencial Vale do Sol. Todas essas ruas necessitam de implantação de redutores de velocidade, bem como sinalização vertical e horizontal de advertência e regulamentação, dando prioridade aos veículos de pequenos que trafegam sentido a Palmares”, defende o paramentar.

Por fim, Lidemir Alves ressaltou que a sinalização é capaz de fazer com que veículos e, principalmente, caminhões e carretas diminuam a velocidade ao adentrarem a estrada Faruk, proporcionando maior segurança no trânsito.

Por sua vez, a vereadora Joelma Leite (PT) pediu ao Executivo o calçamento e manutenção do antigo cemitério do Bairro Rio Verde, por meio do Requerimento nº 03/2016. Segundo Joelma, o cemitério ainda é bastante frequentado por pessoas que ali deixaram ente querido e, além do mais, ainda são feitos sepultamento no local.

“Os visitantes têm dificuldade para circular entre os túmulos, pois não há calçamento e o mato está tomando conta da área. A capela encontra-se com telhado quebrado e as janelas deterioradas. Alguns delinquentes aproveitam-se da escuridão para praticar atos de vandalismo, deteriorando qualquer benfeitoria feita pelos familiares, o que os deixam desmotivados e decepcionados com a situação do cemitério”, destacou Joelma Leite.

Na Indicação nº 03/2016, o vereador Marcelo Parcerinho propôs a construção de um ponto de táxi no Bairro Rio Verde. Conforme explicou o parlamentar, hoje os operadores do transporte de mototáxi, denominado “Mototáxi Cidadão”, não têm prédio próprio, pois o ponto de apoio dessa categoria funciona debaixo de uma tenda e não oferece condições mínimas para os condutores e passageiros. Por entender que os pedidos são urgentes e necessários, os parlamentares aprovaram as solicitações, que seguem para análise do Poder Executivo e possível implementação.

Josiane Quintino / AscomLeg

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here