A torcida do Independente atendeu o chamado da diretoria do clube e lotou as dependências do Estádio Navegantão, em Tucuruí. No dia Internacional das Mulheres, elas tomaram conta do estádio com entrada gratuita e a arquibancada para os homens custando apenas R$ 10. Foi um recorde de público, com oito mil espectadores. As duas equipes empataram no tempo normal em 0 a 0, com a decisão sendo disputada nos pênaltis. Melhor para o Independente que venceu, por 7 a 6, e ficou com título.

O grande herói da conquista foi o goleiro Alencar Baú, que defendeu três penalidades, de Mocajuba, Régis e Negretti e ainda marcou em cima do goleiro Paulo Rafael. Com a Taça Cidade de Belém conquistada, o Independente se garantiu na final do Parazão e ao mesmo tempo conquistou vaga na Copa do Brasil e Copa Verde de 2016, além de disputar uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D. Caso o Paysandu conquiste o 2º turno, a vaga fica automaticamente com o Galo de Tucuruí.

O JOGO

O Parauapebas não se intimidou com o adversário e sua torcida e partiu para o ataque logo no inicio do jogo. Após lançamento na área, o goleiro Alencar Baú soltou a bola, Juninho pegou a sobra e tentou por cobertura, mas o arqueiro atento fez a defesa. Minutos depois, Gustavo mandou a bomba, a bola foi para fora. Os dois lances levantaram a torcida do PFC presente em grande número no estádio.

O Independente tentava reagir, mas sempre esbarrava na boa defesa do Parauapebas. A torcida do Galo Elétrico estremecia a cada lance do time, com gritos de “Galo, Galo”. Após os 10 minutos da primeira etapa, a partida ficou truncada no meio de campo e com algumas faltas assinaladas pelo árbitro Andrey da Silva.

Meta de doação de sangue é alcançada durante campanha

DOAÇÃO_DE_SANGUE_bannersite_978x300pxs_META_ATINGIDA

O gesto de solidariedade de dezenas de doadores resultou na coleta de 301 bolsas de sangue durante a campanha realizada neste final de semana, pela Agência Transfusional do Hemopa em Parauapebas. A ação contou com apoio total da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa).

“Eu sou doador há 14 anos e o que me motiva é saber que posso ajudar alguém, salvar uma vida” disse o servidor público Rodrigo Souza de Araújo. Já a professora Jeane Cavalcante da Silva fez a doação de sangue pela primeira vez, “eu decidi vir doar por que recentemente meu pai precisou de sangue e graças a Deus tinha em estoque”.

A biomédica da Semsa, Ana Valéria Elias Amorim, coordenadora da campanha, diz que toda semana Parauapebas recebe bolsas de sangue do Hemopa de Marabá. “A realização dessa campanha é uma forma de nós também contribuirmos com esse estoque que nos abastece”, acrescenta a biomédica.

Para alcançar a meta de coleta estabelecida, 300 bolsas, um conjunto de ações foi realizado pela equipe organizadora do evento, dentre elas, o envio de mensagens por telefone para doadores já cadastrados e a sensibilização de pessoas em Ongs, empresas e repartições públicas.

A mobilização gerou tantos resultados que mais de 500 pessoas compareceram ao Hospital Municipal Dr. Teófilo Soares de Almeida Filho, durante a campanha. Todos os que realizaram coleta também fizeram os seguintes exames: HIV/Aids, Hepatites B e C, Sífilis, HPVL1, HPVL2 e para identificar a Anemia Falciforme, além de tipagem sanguínea.

Os resultados dos referidos exames ficarão prontos em 40 dias e serão encaminhados para a residência do doador, caso não cheguem dentro desse prazo, poderão ser obtidos na Agência Transfusional, que

Mais de 32 mil já entregaram a declaração do IRPF 2015 no Pará

Na 1ª semana de entrega das declarações do Imposto de Renda Pessoa Física – 2015,  89.951 contribuintes cumpriram a obrigação com o fisco na 2ª Região Fiscal que engloba os Estados do Acre, Amazonas, Amapá, Pará, Rondônia e Roraima. No Pará,  32.273 entregaram suas declarações.

A capital paraense fechou a semana com 10.775 declarações entregues ao fisco federal.

A Receita Federal alerta que a multa por atraso na entrega será de 1% ao mês-calendário até 20%. O valor mínimo é de R$165,74.

O prazo de entrega termina em 30 de abril e são esperadas cerca de 600 mil declarações no Estado e aproximadamente 1,4 milhão na 2ª RF.

Neste ano, os contribuintes que possuem Certificação Digital podem fazer a Declaração on-line, com acesso por meio da página da Receita, na área do e-CAC. Para essa modalidade não é necessária a instalação de programas para enviar a declaração.

Todas as informações sobre a declaração do IRPF 2015 estão disponíveis no link:
http://www.receita.fazenda.gov.br/PessoaFisica/IRPF/2015/default.htm

Independente é campeão do 1º turno e a estrela do goleiro Alencar Baú brilha na decisão por pênaltis

Por Fábio Relvas – Correspondente

A torcida do Independente atendeu o chamado da diretoria do clube e lotou as dependências do Estádio Navegantão, em Tucuruí. No dia Internacional das Mulheres, elas tomaram conta do estádio com entrada gratuita e a arquibancada para os homens custando apenas R$ 10. Foi um recorde de público, com oito mil espectadores. As duas equipes empataram no tempo normal em 0 a 0, com a decisão sendo disputada nos pênaltis. Melhor para o Independente que venceu, por 7 a 6, e ficou com título.

IndxPfc_20150308_AntonioCicero_0722

O grande herói da conquista foi o goleiro Alencar Baú, que defendeu três penalidades, de Mocajuba, Régis e Negretti e ainda marcou em cima do goleiro Paulo Rafael. Com a Taça Cidade de Belém conquistada, o Independente se garantiu na final do Parazão e ao mesmo tempo conquistou vaga na Copa do Brasil e Copa Verde de 2016, além de disputar uma vaga no Campeonato Brasileiro da Série D. Caso o Paysandu conquiste o 2º turno, a vaga fica automaticamente com o Galo de Tucuruí.

O JOGO

O Parauapebas não se intimidou com o adversário e sua torcida e partiu para o ataque logo no inicio do jogo. Após lançamento na área, o goleiro Alencar Baú soltou a bola, Juninho pegou a sobra e tentou por cobertura, mas o arqueiro atento fez a defesa. Minutos depois, Gustavo mandou a bomba, a bola foi para fora. Os dois lances levantaram a torcida do PFC presente em grande número no estádio.

O Independente tentava reagir, mas sempre esbarrava na boa defesa do Parauapebas. A torcida do Galo Elétrico estremecia a cada lance do time, com gritos de “Galo, Galo”. Após os 10 minutos da primeira etapa, a partida ficou truncada no meio de campo e com algumas faltas assinaladas pelo árbitro Andrey da Silva.

O Galo Elétrico quase abriu o placar com o atacante Wegno, que de cara para o crime chutou em cima do goleiro Paulo Rafael, que defendeu quase em cima da linha. A torcida pediu o gol, mas o árbitro mandou seguir a partida. O atacante Wegno estava sendo o principal homem do jogo, desta vez recebeu de Joãzinho, se livrou da marcação, mas na hora de chutar caiu sozinho dentro da área, nada a ser marcado.

O jogo começou a ficar faltoso e cartões amarelos foram aplicados. Após escanteio para o PFC, a bola foi levantada na área, Dedeco cabeceou a um palmo da meta de Alencar Baú. A torcida ficou no “Uh”. Wegno tentou mais uma vez em um chute forte, a bola tocou na rede pelo lado de fora. A bola entrou no lance seguinte. Após cobrança de falta, o zagueiro Ezequias cabeceou para o fundo do barbante de Paulo Rafael, mas o assistente Rafael Ferreira anulou a jogada e o árbitro desmarcou o gol. Os jogadores do Independente na bronca partiram para cima da arbitragem.

A segunda etapa começou parecida com a primeira, com o Trem de Aço em cima do adversário. O Volante Régis mandou um balaço em cobrança de falta, o goleiro Alencar Baú espalmou salvando o Galo. O Independente respondeu no balaço de Chicão, a bola subiu e foi por cima da meta de Paulo Rafael. O segundo tempo ficou desenhado com o Independente atacando e o Parauapebas esperando o adversário e saindo no contra-ataque. Em um deles, Juninho chutou rasante, a bola passou a direita de Alencar Baú, assustando a torcida dos donos da casa.

Depois do lance, o jogo ficou truncado até o final. Após escanteio, o volante Dudu encheu o pé de primeira, a bola raspou o travessão de Paulo Rafael. O técnico Léo Goiano substituiu Evandro e colocou o atacante Célio Codó já pensando na disputa dos pênaltis. E foi o que aconteceu. Final de jogo Independente 0 x 0 Parauapebas e decisão do 1º turno do Parazão 2015 foi decidida nas penalidades.

O Independente levou a melhor e venceu por 7 a 6. Marcaram para o Galo Elétrico: Wegno, Ezequias, Jaquinha, Daniel Piauí, Rubran, Douglas Tandu e Alencar Baú. Enquanto que assinalaram para o Trem de Aço: Célio Codó, Juninho, Rodrigo Siqueira, Gustavo, Dedeco e Paulo Rafael.

FICHA TÉCNICA

Independente: Alencar Baú; Léo Rosas (Douglas Tandu), Ivison, Ezequias e Jaquinha; Dudu, Chicão, Ângelo (Rubran) e Kariri; Wegno e Joãozinho (Daniel Piauí). Técnico: Lecheva

Parauapebas: Paulo Rafael; Rodrigo Siqueira, Negretti, Henrique e Mocajuba; Dedeco, Gustavo, Régis, Evandro (Célio Codó) e Juninho; Magno (Ueslei). Técnico: Léo Goiano

Cartões amarelos: Léo Rosas, Jaquinha e Ezequias (Independente) e Henrique e Magno (Parauapebas)

Árbitro: Andrey da Silva e Silva – Assistentes: Rafael Ferreira Vieira e Ederson Brito Albuquerque

Local: Estádio Navegantão, em Tucuruí

Renda: R$ 55.000,00 – Pagantes: 6.000 – Credenciados: 2.000 – Total: 8.000

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here