Incerteza: Acordo Coletivo de funcionários Vale pela primeira vez pode ter regressões

5407

Depois de três dias de negociações a Vale não apresentou contraproposta para as cláusulas econômicas feitas pelo Sindicato Metabase e marcou um novo encontro para os dias 10 e 11 de novembro para dar continuidade ao Acordo Coletivo de Trabalho (ACT) 2015/2016. O silêncio da empresa quanto à possibilidade de aumento salarial incomodou os trabalhadores em todas as áreas do Brasil.

As principais propostas feitas pelo sindicato é o aumento real do salário em 5% mais o índice da inflação do período anterior medido pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) calculado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), além de um aumento no cartão alimentação de R$ 620,00 para R$ 1.067,82. Estas cláusulas, segundo informou o sindicalista, “sequer foram debatidas durante os três dias de reunião com a empresa”.

Ainda de acordo com as informações, a Vale inicialmente teria se recusado pagar a 13ª parcela do cartão alimentação, mas depois de muito debate entre os sindicatos que compõem a sua base, voltou atrás e vai liberar mais esta parcela para os trabalhadores.

Segundo Paulo, a Vale também  queria fechar um acordo coletivo de dois anos, mas acabou cedendo às pressões feitas pelos sindicalistas e concordou  em encurtar o prazo das negociações que a partir de agora serão anuais.

Proposta da Vale:

1- Reembolso Educacional:  Os percentuais do reembolso continua os mesmos. Caso queira novos reembolso de novo curso o mesmo tem de ser relacionado a área de atuaçao. Ou seja o curso que for fazer deve ser relaciinado a sua área de trabalho.

2-Plano de saúde AMS : Livre escolha, o limite de reembolso para despesas será de 3 vezes o valor da tabela utilizada no Credenciamento. Credenciamento – pequeno risco: aumento do percentual de participaçao dos empregados em 5% ou 10%, dependendo do seu salário

3-Ortodontia: o beneficio será oferecido aos empregados e dependentes que de fato necessite do tratamento. Depois dos 22 anos será autorizada a utilização sob condições especiais definidas pela AMS;

4-Implantodontia: O benefício está mantido e limitado a quatro dentes por um período de 12 meses salvo acidente ou patologia, ou seja alguma necessidade de alteração estrutural;

5-Cartao Vale Cultura: O cartão vale cultura será mantido até setembro 2016, depois desta data será cortado;

6- Valor compensatório: Proposta de pagamento no valor de R$ 1.200,00 em até 10 dias úteis após a assinatura do ACT para todos os empregados;

7- Cartao Alimentação: Pagamento de R$ 620,00 em até 10 dias úteis após a assinatura do ACT;

8-Acordo com vigência de um ano: Devido um cenário de indefinições, diferente do que vem sendo praticado desde 2007, a proposta é um acordo com vigência apenas de um ano;

Dias 10 e 11 de novembro terá uma nova reunião para definição, na primeira negociação a mineradora não apresentou nenhuma proposta de aumento de salários dos funcionários, tendo em vista que neste ano ela já cortou o 14° e 15° salário dos funcionários e com uma projeção de uma PLR zerada para 2016.

Texto: Josélio Martins

Comentários

7 COMENTÁRIOS

  1. Cadê os valores da nossa empresa a vale so ta pensando no bolso dela. A empresa não está valorizando quem faz a empresa que são os funcionários mais fazer o que né temos que trabalhar.

  2. e onde está o nosso sindicato que não faz nada em relação a isso. vamos juntar todos e cruzar os braços,só assim a vale vera que nos fazemos está empresa ser a primeira em produção de minério de ferro…..vamos correr atrás do que e nosso de direito pessoal, não mais deixar a vale acabar com os nossos direitos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui