Nesta sexta-feira (8), chega ao 12º dia de combate ao incêndio no Parque Nacional dos Campos Ferruginosos, . O fogo atinge duas áreas. A primeira delas, atingida pelas chamas no último dia 26, já foi controlada. No entanto, um segundo foco, situado em área mais interna da floresta, permace em chamas, de acordo com o Instituto Chico Mendes (ICMBio). Fumaça provocada pela queimada já é percebida na área urbana de Parauapebas.

O Parque Nacional dos Campos Ferruginosos foi criado em junho de 2017, e fica localizado entre os municípios de Canaã dos Carajás e Parauapebas. O parque tem o maior número de cavernas do Brasil e possui um ecossistema considerado raro na Amazônia e está ameaçado por causa das chamas.

Até quarta-feira (6), a área atingida por incêndio era de 1478 hectares, ou 1478 campos de futebol. A equipe de monitoramento e sensoriamento remoto está atualizando os dados de área atingida.

Cerca de 70 pessoas entre bombeiros militares e civis, guardas florestais e brigadistas do ICMBio continuam o trabalho de combate ao incêndio.

As causas do incêndio ainda estão sendo apuradas. Ainda nesse fim de semana está previsto a chegada de mais brigadistas do ICMBio vindos do Rio de Janeiro para ajudar no combate ao incêndio.