A primeira fábrica de correias transportadoras da região Norte do Brasil, localizada no distrito industrial de Marabá, no sudeste paraense, já se prepara para inaugurar e operar. A Correias Mercúrio anunciou investimento aproximado de R$ 100 milhões no projeto, que tem como objetivo expandir a capacidade global de produção da empresa, ampliando sua liderança no mercado brasileiro e focando o atendimento aos clientes atuais da empresa localizados na região Norte, Nordeste e Centro Oeste, assim como novos clientes que surgirem.

Por meio de uma política de investimentos sustentável e arrojada, que aumentou sua capacidade produtiva, a Correias Mercúrio consolidou sua presença no mercado tornando-se a maior fábrica de correias transportadoras do Brasil e a maior fabricante de correias transportadoras de cabo de aço da América do Sul.

Conta hoje com um quadro de mais de 500 funcionários e instalações que ocupam mais de 27.000 m² na cidade de Jundiaí, estado de São Paulo.

A nova unidade será construída atendendo os mais avançados conceitos e as melhores práticas produtivas como a implantação do conceito Lean Manufacturing (manufatura enxuta) na produção de correias transportadoras. O projeto deve gerar em torno de 200 empregos, entre vagas diretas e indiretas. – A mão de obra será preferencialmente local; iremos contratar operadores de máquinas, técnicos em mecânica e elétrica, profissionais de engenharia, químicos e administradores, ou seja a Correias Mercúrio gerará em Marabá empregos de qualidade com o novo projeto – afirma Fausto Bigi, diretor presidente da Correias Mercúrio.

O complexo será instalado em um terreno com área aproximada de 100.000,00 m² e contará com 50.000,00 m² de área de implantação e 12.000,00 m² de área construída inicialmente. Terá uma capacidade de produção de aproximadamente 7.000 tons de correias/ano e tem inauguração prevista ainda para o primeiro semestre de 2016.

Parceria

Desde de 2015, a empresa firmou parceria com a REDES  – Inovação e Sustentabilidade Econômica, iniciativa do Sistema Fiepa com o foco de promover o desenvolvimento dos fornecedores locais, tornando-os preparados para atenderem as demandas de aquisição de produtos ou de serviços desde o processo de instalação até a operação total do empreendimento