Helder lidera pesquisa para governador com 34,4%

0
139

Os números da pesquisa de opinião pública do Instituto Paraná Pesquisas, divulgada pela TV Record na terça-feira (4), apontam a liderança de Helder Barbalho como governador do Estado. O ministro da Integração Nacional aparece com 34,4% das intenções de votos, em consulta estimulada.

A segunda colocada da pesquisa, Ana Júlia Carepa (PT), possui 15,3%, acompanhada de Úrsula Vidal (Rede), com 10,5%; Márcio Miranda (DEM), 7,2%; Sidney Rosa (PSB), 6,5%; e Marinor Brito (PSOL), 5,8%. Um total de 14,7% não votariam em nenhum dos nomes e 5,5% não sabem em quem votariam.

(Imagens: reprodução)

Em outro cenário, envolvendo Manoel Pioneiro (PSDB), prefeito de Ananindeua, Helder lidera com 32,7%, seguido novamente por Ana Júlia Carepa, com 14,6%; Manoel Pioneiro, 12,1%; Úrsula Vidal, 10,1%; Sidney Rosa, 6,5%; e Marinor Brito, 4,9%. Não votariam em nenhum candidato 14,1% dos entrevistados e 5,1% deles não sabem em quem votariam.

(Imagem: reprodução)

Um terceiro cenário pesquisado, envolvendo Adnan Demachki (PSDB), também traz Helder na ponta, com 34,7%. Ana Júlia Carepa, com 16,1%, e Úrsula Vidal, com 11%, continuam em segundo e terceiro lugares das intenções de voto, seguidos de Sidney Rosa, 6,8%; Marinor Brito, 6,1%; e Demachki, 3,6%. Ao todo, 16,4% não votariam em nenhum candidato e 5,1% não sabem em quem votariam.

(Imagem: reprodução)

Jatene obteve rejeição de 54,8%

A pesquisa, registrada sob o nº 3122-17, possui grau de confiança de 95% e margem de erro de aproximadamente 2,5%, e também avaliou o desempenho da atuação do governador Simão Jatene (PSDB). O atual gestor estadual obteve rejeição de 54,8% e aprovação de 41,3%, com apenas 3,9% dos entrevistados sem opinar.

(Imagem: reprodução)

Foram entrevistados 1.500 eleitores de 52 municípios paraenses, no período de 28 de junho a 1º de julho, distribuídos em sexo, faixa etária, grau de escolaridade e nível econômico em seis mesorregiões do Estado – Baixo Amazonas, Marajó, Nordeste, Sudeste, Sudoeste e Região Metropolitana de Belém.

Fonte: Dol

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here