Acampamento do MST Frei Henry é alvo de ataques

0
415
Acampamento do MST Frei Henri. Marabá, Pará, Brasil. Foto Paulo Santos 19/05/2011

Na tarde desta terça-feira (3) o acampamento Frei Henry é alvo de ataques, a ação é uma clara demonstração de fazendeiros que em apoio ao proprietário da Fazenda Fazendinha, em cuja área está abrigado o acampamento do MST Frei Henri.

Relatos afirmam que os pistoleiros abriram fogo contra o acampamento. Uma vala está sendo construídas pelo fazendeiro as margens do acampamento como uma espécie de “barreira de contenção” impedindo o acesso a água e aos plantios que as famílias tem no entorno do acampamento

Este não é o primeiro ataque feito contra o acampamento, desde o ano passado que são registradas ocorrências na Delegacia de Conflitos Agrários. A área já é comprovada como da União e espera uma decisão do Supremo Tribunal Federal a favor dos trabalhadores para efetuar a reintegração de posse e construção do assentamento pelo INCRA. O processo está parado a mais de 3 anos.

Ainda de acordo com os denunciantes sem terra, a ação ocorre com frequência e não adianta mais denunciar, pois conta com a conivência da Polícia Militar que colaboram com o fazendeiro e até efetuam disparos contra os acampamento.

A equipe do Portal Noticias de Parauapebas ouviu membros do MST e estes falaram que a vala trata-se de trincheira e dela foram efetuados disparos contra o acampamento.

O outro lado

De acordo com representantes dos fazendeiros, Durante os 5 anos em que as famílias estão ali acampadas é constante o roubo de gado e a destruição de cerca.

Outro fato denunciado contra o MST são os foguetes detonados em direção aos trabalhadores da Fazenda que são com isso impedidos de executar suas tarefas.

Na tarde de hoje (3) os trabalhadores foram impedidos de abrir uma vala para obstruir a passagem do gado, já que a construção de cercas não era mais suficiente.

índice

 

 

 

Francesco Costa – Da redação do Portal Noticias de Parauapebas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui