Expoama 2016: Pecuaristas dão primeiros passos para criar Associação de Criadores do Estado

1123

Segundo a Agência de Defesa Agropecuária do Pará, o Estado tem mais de 21 milhões de cabeças de gado, que o coloca no ranking de 4º maior rebanho do país e o maior exportador de boi vivo do Brasil. Já a Fundação Amazônia de Amparo a Estudos e Pesquisas coloca o Pará na 5ª colocação com 19 milhões de reses. Das propriedades cadastradas na Adepará, 111 mil 621 trabalham com a bovinocultura.

Apesar do número elevado, o Estado não possui uma Associação de Criadores de Pecuária de Corte, mas no ano passado já foram dados os primeiros passos para montar a Acripará.

Uma nova reunião para formar a associação será realizada na 30ª Exposição Agropecuária de Marabá, no dia 9 de julho, às 9 horas, no Parque de Exposições José Francisco Diamantino, com a presença de Francisco Manzi, Superintendente da ACRIMAT, Associação dos Criadores do Mato Grosso, a mais forte do Brasil.

Para Manzi, “a associação é importante porque luta por assuntos específicos, nesse caso, exclusivamente a pecuária de corte, dessa forma é possível ter mais força e representatividade”. A Acrimat tem 46 anos de existência, é a mais forte no país com 3000 membros, e hoje é a entidade que representa o país na Aliança Internacional da Carne, já que o país não tem uma associação nacional.

Ele virá a Marabá para explanar aos produtores as vantagens de se formar uma associação que é uma entidade independente que somará as demais na luta por melhorias para o setor da pecuária de corte.

Para Mauricio Fraga, um dos diretores do Sindicato Rural de Marabá que está encabeçando essa luta para a formação da Acripará, os sindicatos abrangem setores mais amplos como agricultura, pecuária, leilões e exposições. “A Associação seria focada apenas em pecuária de corte e serviria para criar projetos para melhorar o setor no Pará”, garante Mauricio.

Como nas regiões Sul e Sudeste do Estado estão os municípios com maior potencial agropecuário, a ideia é que a sede da Acripará seja em Marabá. Posteriormente, com a consolidação, seriam implantados outros núcleos locais.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui