Depois de quase 90 dias sofrendo com a falta de água tratada nas torneiras, parte dos moradores dos bairros Tropical I e II começa agora a receber água potável nas torneiras. São medidas que começam a ser tomadas pelo Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Parauapebas (Saeep), para garantir mais qualidade de vida para muitas famílias que residem naqueles bairros, considerados carentes do município.

Até o final do ano passado, a falta de água nos respectivos bairros era constante. Famílias inteiras ficavam mais de uma semana sem água em casa e a solução era retirar o líquido de alguns poços que foram abertos em forma de mutirão em vários pontos dos bairros.

Nos pontos mais altos, a água está sendo levada pelos caminhões pipa. Assim, quem antes convivia com a falta de água agora se depara com outra realidade.

Aos 43 anos, Maria de Fátima fala que está mais tranquila porque sabe que, ao abrir as torneiras, logo cedo, a água vai cair.

“Estou confiando nessa nova gestão. Eu e muitas outras famílias acreditamos que votamos na pessoa certa, que já começou a mostrar pequenos resultados logo no início da gestão”, diz a moradora do Tropical II.  O abastecimento de água é feito pelos caminhões-pipa. Inicialmente, pelo menos cinco veículos estão se revezando no processo de abastecimento nas caixas.

A nova gestora do Saeep, Claudenir Rocha, está alinhando a cada dia sua equipe de trabalho, para começar a traçar um cronograma de trabalho eficiente nesse primeiro semestre de 2017. Claudenir pede um pouco de paciência à população porque aos poucos as coisas começam a ser resolvidas e alguns resultados positivos já estão aparecendo.