Alunos da rede publica de Parauapebas voltam às salas de aulas, mas alguns grevistas ainda descumprem ordem judicial

Foto: Reprodução, com informações do Papo Carajás

0
1953

Aos poucos, as aulas da rede municipal de ensino começam a retornar em Parauapebas. Alguns professores já estão dando aulas e alunos começaram nesta sexta-feira (20) uma nova rotina para compensarem os dias perdidos. Já foram 17 dias de greve, que prejudicaram aproximadamente 48 mil alunos.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação de Parauapebas, toda as escolas da zona rural do município e das áreas indígenas já estão funcionando normalmente e hoje (20) varias escolas da zona urbana já voltaram as atividades normais.

Apesar da resistência de alguns educadores grevistas, todos os ônibus escolares já estão em pleno funcionamento, realizando todas as rotas do município.

A grande maioria dos educadores lotados na pasta já estão em atividade. O novo calendário de aulas prevê aulas aos sábados para que o ano letivo seja encerrado em conformidade.

Grevistas descumprem o TAC

Mas a greve continua para alguns professores liderados pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Pará (Sintepp), descumprindo a ordem da desembargadora Luzia Nadja Guimarães do Tribunal de Justiça do Pará, que deu parecer favorável a Prefeitura Municipal de Parauapebas na semana passada.

Recentemente, alguns grevistas acampam nas dependências da Prefeitura Municipal de Parauapebas. Na manhã desta sexta-feira (20), até uma mesa de sinuca foi colocada na frente do prédio. Alguns professores se divertiam encaçapando bolas enquanto alunos continuam em casa sem aula.

Nem mesmo uma multa de R$ 5 mil diária assombrou o Sintepp. Rosemiro Laredo, presidente do Sintepp Subsede Parauapebas, já havia informado a imprensa anteriormente que por mais que tenha assinado o TAC com a PMP na presença do Ministério Público, quem decide pelo fim da greve é a categoria.

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui