Em Canaã dos Carajás, prefeito recebe produtores rurais do MST

0
266

O prefeito de Canaã dos Carajás, Jeová Andrade, recebeu no início da tarde desta quarta-feira (22) representantes de trabalhadores rurais do Movimento Sem Terra (MST) que estão em ocupações na zona rural do município. A reunião foi agendada na última segunda-feira, quando os trabalhadores estiveram na sede da administração, reivindicando uma audiência para apresentarem suas demandas.

Também estiveram presentes o vice-prefeito, Alexandre Pereira, secretários de Governo, Roberto Andrade, e de Desenvolvimento Econômico, Jurandir José dos Santos, chefe de Gabinete, Edilson Valadares, diretor do Instituto de Desenvolvimento Urbano (IDURB), Alison Milhomen, procurador do município, Hugo Leonardo, além dos vereadores Wilson Leite e Maria Pereira.

Os representantes dos trabalhadores apresentaram três principais reivindicações: 1) pedido para que a prefeitura suspenda a negociação de áreas que serão doadas pela Vale para empreendimentos do município até que o INCRA [Instituto de Colonização e Reforma Agrária] faça o levantamento da situação dessas áreas; 2) que o prefeito solicite da Vale uma relação das áreas adquiridas no município; 3) que a prefeitura convoque Vale e INCRA para uma audiência com a presença dos trabalhadores rurais.

Em relação ao primeiro ponto, o prefeito Jeová Andrade esclareceu que tem interesse em regularizar a situação para que os assentados ou em áreas de ocupação possam produzir, mas destacou que a Vale precisa cumprir condicionantes ambientais dos projetos no município e não cabe à prefeitura discutir como essas terras foram adquiridas.

“Se as áreas de compensação não forem asseguradas, o município corre o risco de perder os projetos de mineração, cujas licenças foram concedidas com essas condições”, disse. O prefeito informou ainda que está em discussão com a Vale para doação de uma área para a implantação do Distrito Industrial e Polo Universitário de Canaã, mas que essas áreas não tem relação com as ocupadas e que o município não está discutindo doação de áreas de conflito para esses empreendimentos.

Em relação à segunda solicitação dos produtores, Jeová se comprometeu a avaliar se há respaldo jurídico para realizar tal solicitação. Por fim, ele definiu como uma necessidade importante o agendamento de uma audiência em que estejam presentes todos os entes interessados no assunto. O prefeito se comprometeu a entrar em contato com a Vale, INCRA e Terra Legal para “agendar uma mesa redonda e abrir espaço para todos”.

O prefeito também foi questionado sobre a possibilidade de se criar mais um espaço para a comercialização de produtos oriundos da zona rural do município. Ele informou que a Feira do Produtor, recém-inaugurada, atende principalmente os feirantes antigos, que já atuavam no centro da cidade. “Quero muito que, em breve, seja necessário construir uma nova feira ou espaço para comercialização, desde que a produção no município cresça”, disse. Jeová também ressaltou que o formato da Feira do Produtor “está em discussão permanente”.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.