Discussão de condomínio em Parauapebas termina em uma mulher morta e duas pessoas feridas

254

Borracheiro é preso por matar e ferir duas mulheres

Foi preso e apresentando na 20° Seccional Urbana de Polícia Civil de Parauapebas, acusado de Homicídio e tentativa de Homicídio, o borracheiro Jennys de Sousa e Sousa, 32 anos de idade natural de Buriti-Cupú,(MA).

Ele foi pego meio hora depois de ter cometido o crime tendo como vitimas, duas mulheres que residiam no mesmo condomínio que ele, localizado na rua Humberto de Campos, 326, bairro Caetanópolis, Parauapebas.

O crime aconteceu por volta de 00h30min, de quinta-feira (18), após uma discussão entre o acusado e as vitimas Nathália Caroline Duarte Barbosa, 23 anos de idade, e sua companheira Luciene da Silva Ferreira, 24 anos.

De acordo com informações colhida junto ao acusado a confusão teria começado porque Nathália teria lhe furtado uns perfumes, por isso ele que mora no apartamento 07, teria se dirigido ao AP-10 cobrar de Nathália Caroline os itens supostamente roubados, porem o clima teria esquentado e as duas mulheres teriam partido para cima dele, instante em que ele que também armado de uma faca teria se defendido ferindo Nathália e Luciene, a primeira caiu na porta de seu quarto, morrendo instantaneamente, já Luciene ferida em três lugares do corpo conseguiu correr para fora do condomínio vindo a cair na calçada onde foi socorrida pelo SAMU e encaminhada ao Hospital Municipal.

Enquanto isso o acusado, Jennys de Sousa, se evadiu do local, mas o mesmo foi capturado pela guarnição da Polícia Militar composta pelo capitão Costa e cabo Conceição, na rua Marabá, bairro da Paz.

Ferido e sangrando bastante Jennys foi levado pela guarnição ao hospital para curativos onde também foi reconhecido por Luciene. (Caetano Silva)

Comentários