Bruno Soares (PSD) pediu afastamento das suas funções como parlamentar, devido problemas de saúde. Na sessão da Câmara Municipal, realizada na última terça-feira (8) o vereador apresentou o Requerimento nº 091/2016 solicitando afastamento pelo período de 45 dias.

Junto à proposição foi anexado atestado médico relatando que o vereador apresenta sintomas de transtornos de adaptação. Segundo o documento, o quadro consiste em rebaixamento do humor, redução da energia, diminuição da atividade, perda de interesse e diminuição da capacidade de concentração associadas a fadiga e insônia.

Tal condição prejudica sobremaneira seu desempenho intelectual, causando dificuldade de cumprir os seus compromissos no ambiente profissional, portanto, necessita de 45 dias de licença para tratamento de saúde”, argumenta o médico responsável pelo laudo.

O pedido de afastamento foi aprovado pelos demais parlamentares. Bruno informou que ficará afastado para se tratar, mas sua equipe continuará trabalhando normalmente e o gabinete permanecerá aberto com atendimento ao público das 8 às 18 horas, de segunda a sexta-feira.

Bruno Soares relatou ainda que, caso apresente melhora antes do período de 45 dias de licença, retornará às atividades parlamentares.