Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início Notícias Destaques CRESCEU 17,6%: Prefeitura de Marabá é 3ª que mais ampliou receita no...

CRESCEU 17,6%: Prefeitura de Marabá é 3ª que mais ampliou receita no Brasil

Dados divulgados na tarde deste sábado (23), por ocasião da apresentação da 11ª edição do “Anuário MultiCidades 2016 – Finanças dos Municípios do Brasil”, revelam que o município de Marabá é um dos três, com mais de 200 mil habitantes, cuja prefeitura mais viu ampliar a receita de um ano (2013) para outro (2014). O motivo? A Compensação Financeira pela Exploração Mineral (Cfem) recebida pela extração de cobre em concentrado a partir do projeto Salobo, da mineradora Vale.
A Prefeitura Municipal de Marabá (PMM), que teve receita em 2014 de R$ 640 milhões, robusteceu o caixa em 17,6% e já é mais rica que a de Macapá (R$ 623 milhões), capital amapaense. À frente do executivo marabaense, em taxa de crescimento, estão apenas as prefeituras gaúchas de Canoas (21,9%) e Viamão (18,3%).
Com 270 mil habitantes em 2016, Marabá tem um Poder Executivo que bate, de longe, prefeituras de municípios muito mais populosos, como os pernambucanos Olinda (R$ 522 milhões), Caruaru (R$ 498 milhões) e Petrolina (R$ 483 milhões); o baiano Vitória da Conquista (R$ 508 milhões); e o paranaense Foz do Iguaçu (R$ 538 milhões). Também detona e deixa tímida a receita de rivais em tamanho, como o baiano Itabuna (R$ 467 milhões), o maranhense Imperatriz (R$ 472 milhões) e o potiguar Mossoró (R$ 492 milhões).
Devido a sua performance em 2014, a Prefeitura de Marabá se agigantou e emergiu no seleto grupo das 100 prefeituras mais ricas do Brasil, espremendo-se na posição 91, entre os municípios de Marília (SP) e Foz do Iguaçu (PR), e desfilando entre as potências da Região Sudeste, que tem no Estado de São Paulo o maior número de prefeituras entre as mais poderosas e importantes do país.
Em 2015, a receita arrecadada pela PMM foi de R$ 674,1 milhões. O grande trunfo foi, mais uma vez, a cota-parte da Cfem, em relação à qual a prefeitura previu receber R$ 14,4 milhões, mas viu entrar na conta, de fato, R$ 40,55 milhões, muito acima da expectativa.
Para este ano, a prefeitura espera arrecadar de diversas fontes R$ 781,7 milhões. Até o momento, a arrecadação está em R$ 187 milhões.




Fonte: André Santos




Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

Partage Shopping celebra 8 anos de operação em Parauapebas

O Partage Shopping Parauapebas comemorou, no dia 18 de maio, 8 anos de operação. Neste aniversário, quem ganha o presente é a população de...

Risco de rompimento de barragem causa tensão a moradores

O risco iminente de rompimento da barragem da Mina de Gongo Soco, em Barão de Cocais (MG), tem deixado cada vez mais tensos os...

Prefeitura de Parauapebas se manifesta e diz que durante evento ocorreu fiscalização da vigilância Sanitária

A repercussão das notas do sindicato e da organização do evento se manisfestaram sobre a realização do evento, e conforme pedido do Sindicato dos...

Organização do festival de Food Truck emite nota de esclarecimento e diz que possui todas as licenças

Na tarde desta sábado o Sindicato dos Hotéis e Restaurante de Parauapebas emitiram uma nota de repúdio em relação ao festival de food truck...

Sindicato emite nota de repúdio e diz que festival Food Truck não possuem licença para realização

Após a anunciação de um festival de comidas vendidos por caminhões de alimentos que acontecerá em Parauapebas, o Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes...

Comentários