A equipe da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil (Comdec) se reuniu com o secretário de Segurança Institucional e Defesa do Cidadão (Semsi), Michael Gomes, na manhã desta terça-feira, 16, para juntos entregarem ao coordenador do Programa de Saneamento de Parauapebas (Prosap), Adamor Tuji Júnior, um relatório detalhado com informações valiosas para o andamento do projeto de macrodrenagem e saneamento ambiental de Parauapebas.

O documento levou cerca de dois meses para ser finalizado, apontando a quantidade de casas, famílias e pessoas que vivem atualmente nas áreas que serão afetadas direta ou indiretamente pelas obras de macrodrenagem ambiental, conhecida popularmente como Orla do Rio de Parauapebas.

“Esse é um momento muito importante para a Semsi e para o governo municipal poder contribuir fornecendo dados para esse projeto, que, certamente, será um marco para o desenvolvimento de nossa cidade,” frisou o secretário Michael Gomes.

De acordo com o coordenador da Comdec, Valvir Nogueira, a equipe se esforçou muito para entregar o relatório antes do prazo. “A equipe da Defesa Civil estará sempre pronta e disponível para ajudar sempre mais, dentro do que é de nossa responsabilidade, para que o melhor sempre aconteça. Esse é nosso principal objetivo”, reforçou.

O coordenador do Prosap esclareceu que além da Semsi várias outras secretarias do governo também estão envolvidas na produção do relatório final que será entregue até o final deste ano ao Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), que deve financiar o projeto.

Os estudos e mapeamentos que estão sendo entregues pelas secretarias, ressalta Adamor Tuji Jr., são apenas o primeiro passo para que o projeto de Macrodrenagem Ambiental de Parauapebas se torne uma realidade. “Serão através deles que poderemos fazer um projeto com o embasamento técnico e planejamento necessários, capaz de convencer o BID de que o município é capaz de gerir uma obra dessa magnitude, que entre outras benfeitorias visa a canalizar os cinco canais que cortam a cidade rumo ao rio Parauapebas. Tudo isso embasado nesses estudos que já estamos recebendo da Defesa Civil”, disse o coordenador do Prosap.

Nos próximos dias, acrescentou Adamor Jr., as demais secretarias envolvidas com a obra também irão entregar seus estudos. “A Defesa Civil de Parauapebas e a Semsi estão de parabéns pela agilidade e competência técnica em elaborar um relatório tão didático e completo em tão pouco tempo,” elogiou ele.

Na oportunidade, a Defesa Civil aproveitou para entregar os novos coletes de trabalho aos agentes de campo.

Texto e fotos: ASCOM/PMP

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here