Já se encontra preso a disposição da justiça desde sexta-feira, 20, o nacional Elinaldo Santos da Conceição, 22 anos de idade, acusado da morte do vendedor de pamonha Juvenal do Nascimento Sousa, 46 anos de idade, natural de Altamira (MA),  assassinado com dois tiros de arma de fogo, na manhã do dia 26 de março, próximo passado, na Vila Palmares II, zona de Parauapebas, distante cerca de 22 quilômetros do centro da cidade.

Elinaldo Santos foi preso mediante mandando de prisão preventiva, expedido pelo Juiz  doutor Líbio Moura, titular da 1ª Vara Criminal de Parauapebas.

Além do acusado, a equipe da delegada Yanna Azevedo, responsável pelo Departamento de  Homicídio apreendeu outros três adolescentes acusados de terem participado do crime.

Em depoimento o acusado confessou para delegada que matou a vitima para roubar, mas a policia acredita que Juvenal do Nascimento, tenha sido vitima de crime por encomenda e não latrocínio como afirmou o acusado.

Em entrevista para reportagem a delegada Yanna Azevedo, disse que as investigações iram continuar uma vez que os levantamentos apontam para crime por encomenda motivado por disputa de terra.

A vitima estava envolvida em disputa de terra e por isso fora morta. A polícia acredita que Elinaldo Conceição esteja protegendo o mandante”, ressaltou a delegada.

Caetano Silva- Da redação do Portal Noticias de Parauapebas

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here