Curionópolis recebe o projeto Dançarte

Francesco Costa com fotos de Anderson Sousa

258

Considerado, pela FUNARTE, o maior evento de arte da região Norte, o Dançarte está acontecendo em diversos municípios Paraenses. Em Curionópolis, o evento foi iniciado na segunda-feira, 15, com encerramento previsto para sexta-feira, 21, o ato está reunindo no CRAS do bairro Da Paz e na Praça da Juventude, inúmeras crianças e adolescentes e demais pessoas que queiram participar.

O objetivo principal do evento é promover arte e entretenimento para crianças. Um evento que abrange vários municípios do Pará, que recebem teatro, dança e contação de histórias. Esta foi a primeira vez que o estado do Pará foi incluso no circuito dos festivais nacionais e internacionais de artes cênicas realizados o Brasil pela Mineradora Vale. “Esta é uma agitação multicultural em sintonia com as inquietudes do público e em sinergia com os artistas e gestores culturais do Norte e de outras regiões do país”, explica Patirick  Zarak, coordenador de artes no projeto.

O evento é realizado graças à parceria firmada entre Prefeitura de Curionópolis e a mineradora Vale que, nesta décima edição do evento, sendo a primeira em Curionópolis, presenteou o público com uma programação que contará com seis setores da indústria criativa cultural, sendo eles, artes cênicas, artes visuais, audiovisual, gastronomia, música e memórias.  Mas o carro chefe da programação é espetáculo e produções locais, nacionais e internacionais com linguagens artísticas variadas, e uma programação paralela com encontros, bate-papos, palestras, leituras, dramáticas, oficinas, performances, exposições, shows, intervenções urbanas, exibição de vídeos, lançamentos de livros, alem de ações complementares voltadas para o desenvolvimento das artes cênicas, artes visuais, músicas, cinema e literatura na região norte e centro oeste.

Para a Secretária Municipal de Assistência Social, Vanessa Cristina Viana, o evento traz um grande ganho para o município, pois consolida o desejo do prefeito Adonei Aguiar, em descobrir as aptidões artísticas dos munícipes que deverá ser seguida de investimentos em instalações e projetos culturais. “Este evento nos trará resultados a médio e longo prazo, pois agora conhecimentos as demandas culturais bem como os talentos que temos”, resume Vanessa.

Comentários