Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início Notícias Cosa Nostra apresenta linha de produção derivado do búfalo em Parauapebas

Cosa Nostra apresenta linha de produção derivado do búfalo em Parauapebas

De consumidor para produtor com metas de crescimentos a curto prazo. Assim é a Queijaria COSA NOSTRA que, em franco crescimento, convidou a imprensa para mostrar suas instalações. E assim na manhã desta quinta-feira, 5, profissionais da imprensa local visitaram a empresa onde tudo acontece.

Da criação de animais, inseminação, parição, tratamento, ordenha e beneficiamento do leite. Tudo feito ali mesmo, com produtos certificados com o SIM – Selo de Inspeção Municipal, apto a ir para a mesa dos consumidores com total segurança.

Além de toda qualidade e nutrição o negócio traz impactos positivos na economia local, com geração do emprego e renda. “Atendemos supermercados, panificadoras e academias de ginástica, pois descobriram que o queijo feito com leite de búfala é fintes. Assim, muitos tem trocado o queijo do leite de vacas comuns pelo nosso”, explica Pedro Oliveira, administrador da queijaria, detalhando que o empreendimento é desenvolvido em apenas 7.3 hectares, o correspondente a 7.300 metros quadrados, onde é possível produzir de 150 a 300 litros de leite por dia, tudo transformado ali mesmo em queijos mozzarela, coalho, minas frescal comum e minas frescal temperado.




Mas o desejo do patrão, segundo afirmou Pedro Oliveira, é expandir o negócio, devendo, para isto, buscar a certificação de qualidade do Estado e assim comercializar maior quantidade do produto. “Até chegarmos a ter o reconhecimento nacional”, almeja Pedro, contando já ter projeto para expansão da área de irrigação e da infraestrutura da queijaria para aumentar a produção de leite e consequentemente de queijo.

Se depender de apoio, tudo dará certo, pois o empreendimento conta com importantes parceiros: SEBRAE, SENAR, SIPRODUZ, SEMPROR e UFRA, são apenas alguns deles. “A UFRA é uma parceira nossa antiga já tendo desenvolvido aqui vários TCC’s – Trabalhos de Conclusão de Cursos, e atualmente está desenvolvendo dois projetos respectivos, um de mestrado e outro de doutorado sobre análise do leite de búfala. No ano passado foi desenvolvido pela universidade um projeto de suplementação das búfulas em lactação com caroços de açaí e dendê”, conta Pedro Oliveira.




Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

Prefeitura de Parauapebas se manifesta e diz que durante evento ocorreu fiscalização da vigilância Sanitária

A repercussão das notas do sindicato e da organização do evento se manisfestaram sobre a realização do evento, e conforme pedido do Sindicato dos...

Organização do festival de Food Truck emite nota de esclarecimento e diz que possui todas as licenças

Na tarde desta sábado o Sindicato dos Hotéis e Restaurante de Parauapebas emitiram uma nota de repúdio em relação ao festival de food truck...

Sindicato emite nota de repúdio e diz que festival Food Truck não possuem licença para realização

Após a anunciação de um festival de comidas vendidos por caminhões de alimentos que acontecerá em Parauapebas, o Sindicato de Hotéis, Bares e Restaurantes...

Valmir Mariano, Genésio Filho e mais treze pessoas serão homenageados em Parauapebas

Em sessão extraordinária da Câmara Municipal de Parauapebas, realizada logo após a reunião ordinária da última terça-feira (14), os vereadores aprovaram a entrega de...

Ciro Gomes solta o verbo, diz que Bolsonaro é ‘vazio’ e Lula é ‘defunto eleitoral’

O ex-governador do Ceará, Ciro Gomes, fez duras críticas ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ao PT durante sua participação na reestreia...

Comentários