Concurso ‘Saber e Sabor’ busca criar receitas culinárias nutritivas para compor cardápio escolar

995

Mais uma novidade para deixar a alimentação escolar ainda mais saborosa e nutritiva. A Secretaria Municipal de Educação (Semed), por meio da Divisão de Alimentação Escolar (DAE), realiza pela primeira vez entre as escolas da rede municipal de ensino o concurso “Saber e Sabor”, voltado para a elaboração de receitas culinárias para compor o cardápio da alimentação escolar.

De acordo com Dinara Dávila, coordenadora do DAE e uma das organizadoras do evento, o objetivo do concurso é incentivar as práticas adequadas das atividades realizadas pelas merendeiras, enquanto manipuladoras de alimentos, fortalecendo o trabalho em equipe e dando visibilidade à sua atuação, nas cozinhas e nos demais ambientes das escolas municipais, além de criar receita diferenciada e nutritiva, que será incorporada à merenda escolar. Para isso, cada unidade educacional – equipe de merendeiras – criou sua própria receita com ingredientes já utilizados no cardápio.

“Nossas merendeiras são capacitadas e recebem orientações sobre alimentação, cuidados e higiene. Por meio do concurso, elas podem demonstrar não só o que assimilaram, mas também um pouco de sua criatividade e algumas habilidades especiais”, relata a gastróloga Dinara Dávila.

A secretária municipal de Educação, Juliana de Souza, reconhece o quanto as profissionais da alimentação escolar são importantes para a aprendizagem dos alunos. “A merenda escolar não tem apenas a função de alimentar os alunos, pois, como são servidas refeições saudáveis e nutritivas, ela contribui também para a reeducação alimentar de alguns estudantes. Enquanto que as merendeiras, ou manipuladoras de alimentos, como são chamadas pelos técnicos, precisam ter a sua importância reconhecida no processo educacional, uma vez que a alimentação adequada é decisiva na formação do ser humano”, destaca a gestora.

Organização do concurso

Com 37 escolas inscritas, o concurso foi dividido em três etapas: duas classificatórias e eliminatórias e uma final. A primeira etapa já foi realizada durante a manhã do último sábado (1º), nas escolas Domingos Cardoso e Luís Magno, com a participação de 22 escolas, destas quatro foram classificadas para a final.

A segunda etapa está marcada para o dia 22 de novembro, na escola Eurides Santana, com a participação de mais 15 unidades educacionais. Já a grande final, que contará com a participação das sete escolas semifinalistas, acontecerá no dia 29, às 10 horas, na Escola Eduardo Angelim. No mesmo dia da final, às 19 horas, no auditório da Semed, serão premiadas as escolas vencedoras.

Cada receita apresentada pelas escolas participantes está sendo avaliada por uma comissão julgadora, composta por uma nutricionista da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas), a coordenadora do DAE, a secretária de Educação e por uma representante dos pais de alunos, de acordo com os seguintes critérios: modo de preparo, descrição da receita, criatividade, sabor e apresentação do prato.

Dona Érika Medrado, mãe da aluna Ana Vitória, da Escola Eduardo Angelim, representou os pais de alunos ao fazer parte da comissão julgadora do concurso. Ela parabenizou a iniciativa da Semed pela realização do concurso. “Estão de parabéns todos os envolvidos na realização do concurso. Fiquei muito feliz e honrada em participar, pois pude experimentar e acompanhar de perto como são elaboradas as refeições servidas na merenda escolar de minha filha”, declarou.

Premiação

Além de a receita vencedora passar a compor o cardápio da alimentação escolar, ela ainda será premiada. As merendeiras que tiverem suas receitas classificadas nas três primeiras colocações receberão as seguintes premiações: 1º lugar, R$ 600,00; 2º lugar, R$ 400,00; e 3º lugar, R$ 200,00.

Irlene de Souza, merendeira da Escola Municipal de Educação Infantil Vovó Ana, foi classificada para a final com a receita de farofa de frango com fubá de milho. Ela está muito contente com a classificação e cheia de expectativas em relação à grande final. “Estou muito feliz só de participar do concurso e, mais feliz ainda, em ser classificada para a final. Minha receita é simples, fácil e rápida de ser preparada, além de conter muitos nutrientes importantes para o desenvolvimento humano. Só em saber que ela poderá contribuir com a alimentação dos alunos, já fico muito satisfeita”, afirma a merendeira.

 

Receitas e escolas classificadas

Escola Polo: Escola Domingos Cardoso

1º Lugar: Farofa de frango com fubá de milho – Escola Vovó Ana

2º Lugar: Risoto do Joãozinho – Escola João Prudêncio de Brito

Escola Polo: Escola Luís Magno

1º Lugar: Salada nutritiva – Escola Dorothy Stang (Anexo)

2º Lugar: Arroz paraense – Escola Novo Horizonte

 

Texto e fotos: Luzandra Vilhena/Semed – Ascom

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui