A Academia Jovem Concertante encerra a turnê pelo sudeste do Pará com grande concerto em Marabá, neste sábado (3/2), na Faculdade Metropolitana, a partir das 20h, com franca. A orquestra itinerante que é composta por jovens músicos do Pará, Rio de Janeiro, Goiás, Minas Gerais e Paraíba, já lotou o Centro Cultural Parauapebas, no dia 30/1, e emocionou o público de Canaã em sua apresentação na quinta-feira.

Dos 28 jovens, que ensaiam desde 24 de janeiro no Centro Cultural Parauapebas, sob regência do maestro Daniel Guedes, 21 são do Pará e dois são de Marabá. Maicon Lima, 21 anos, e Lídia Macedo, 23 anos estão realizando o sonho de integrar uma grande orquestra e serem reconhecidos por meio da música clássica. “Estou me sentindo muito feliz, até por que nunca imaginei que iria tocar com uma orquestra um dia. Isso me dá mais um gás para eu continuar estudando música mais ainda e conseguir um dia tocar em uma grande orquestra”, declarou Lídia.

Maicon e Lídia são nascidos em Marabá e integram o Academia Jovem Concertante, que conta com o patrocínio da Vale, por meio da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. O projeto tem a proposta de contribuir para a formação de músicos jovens do país. “Essa é uma oportunidade única, pois tenho aprendido muito com os músicos da orquestra que têm me passado não só o aprendizado musical, mas também suas histórias de vivência na vida musical”, comentou Maicon.

Os ingressos para apresentação deste sábado poderão ser retirados na bilheteria do teatro da Faculdade Metropolitana a partir das 19h. A disponibilidade é sujeita a lotação do espaço.

O projeto

A Academia Jovem Concertante, projeto que tem direção artística da pianista Simone Leitão e regência do violinista Daniel Guedes, estreou em 2012 com uma turnê que percorreu sete estados brasileiros (Rio Grande do Sul, Rio Grande do Norte, Bahia, Pernambuco, Rio de Janeiro, São Paulo e Rondônia). Desde então, já apresentou etapas no Rio de Janeiro, São Paulo, Maranhão e no Pará.

Fotos da apresentação da última quinta-feira (1/2), em Canaã dos Carajás:

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here