Com curriculum na mão e almejando trabalhar na construção da escola, moradores do Tropical batem na porta de associações

0
354

Na tarde desta sexta-feira (18) cerca de 40 pessoas bateram na porta da Associação Sonho do Lar, localizada no bairro Ipiranga, todos com um curriculum na mão.

De acordo com as pessoas presente no local, a Associação OCUPA, localizada também no complexo de bairros e que representa os moradores que residem na área conhecida como Linhão, informou a todos que a Sonho do Lar estaria recebendo curriculum vitae e que encaminharia para suprir as vagas da construção da escola municipal no bairro Tropical.

“Estivemos na OCUPA e lá nos fomos informados que a Sonho do Lar estaria recebendo os curriculum, chegando aqui, soubemos que a informação não procede. É triste, pois ficam nesse empurra-empurra com a gente que tanto necessita de um emprego” relata o senhor Erismar Ribeiro da Silva, morador do bairro Tropical II. Erismar ainda detalha que os únicos R$ 5,00 que tinha para fazer a “mistura” de casa, usou para fazer o curriculum.

O senhor José Miranda relatou a equipe do Portal Noticias de Parauapebas a insatisfação e o jogo de empurra-empurra das associações, “Me sinto bem pequenininho, pois os cabeças que estão na frente não agem da forma que era para agir. As outras associações já pegaram os curriculum de vários moradores e nós estamos sendo empurrado para lá e cá. Esperamos que essas vagas fiquem para pessoas que morem aqui, pois há muitos pais de famílias que precisam dessas vagas e estão passando fome”.

A equipe do Portal Noticias de Parauapebas entrou em contato com as duas presidentas das referidas associações para ouvir ambos os lados.

Associação Sonho do Lar

“No dia 14 de maio de 2017, domingo, tivemos uma reunião com as três associações do complexo de bairros para reivindicar ao governo municipal que as vagas de empregos que serão abertas para a construção da escola. E hoje, fui surpreendida com uma grande quantidade de pessoas na minha porta, querendo que eu recebesse os curriculum, porem nossa associação não irá pegar curriculum e iria sugerir que a empresa organizasse uma tenda e ela mesma, selecionasse os moradores do bairro” declara a presidenta da Associação Sonho do Lar, Edilane.

A presidenta ainda relata que “Não estamos querendo confusão com as associações do bairro e nem com o governo municipal, a Sonho do Lar não quer vaga, mas iremos lutar que essas vagas fiquem em nosso bairro e que sejam selecionadas pelo RH da empresa”.

Associação OCUPA

Através de ligação telefônica, nossa equipe entrou em contato com a presidente da associação, a senhora Welma, que nos informou que a OCUPA não encaminhou nenhum pai de família para ir até o Sonho do Lar entregar curriculum, apenas que eles fossem se informar de como a associação estaria trabalhando neste assunto, e que os curriculum recebidos pela OCUPA, foi para apenas realizar um levantamento de quantas pessoas estão desempregadas e quais áreas cada um se encaixa, a partir disso, a associação irá até o prefeito municipal cobrar que as vagas que serão abertas para a construção da escola, seja usada mão de obra do complexo de bairros.

Welma ainda destaca que “Essas vagas é uma luta que ainda vamos ter que conquistar, pois associações de outros bairros estão se movimentando para conseguir, mas assim que o prefeito chegar de Brasília, iremos levar o levantamento que já temos e aguardar a posição do governo em relação a essas vagas” finaliza.

Escola:

A obra que tem como ganhadora a empresa HB20 Construções, e custará aos cofres público o valor de 5.762.276,69 (Cinco milhões, setecentos e sessenta e dois mil, duzentos e setenta e seis reais e sessenta e nove centavos).

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.