Os relatos sobre a prática de golpes por pessoas que usam indevidamente o nome da Celpa estão cada vez mais frequentes.  De acordo com denúncias da população, terceiros tentam tirar vantagens financeiras se passando por funcionários da empresa e realizando cobranças indevidas aos clientes. Diante da situação, a concessionária orienta os clientes a tomarem alguns cuidados para evitar essas tentativas de golpe. Medidas preventivas e um pouco de observação sobre como a Companhia atua, podem ajudar a identificar quem realmente está a serviço da empresa.

É importante esclarecer à população que as cobranças dos serviços da Celpa são feitas apenas por meio da fatura de energia, que só deve ser paga nos agentes arrecadadores autorizados: bancos e lotéricas. Nenhum colaborador da concessionária ou das empresas que prestam serviço para a Celpa está autorizado a receber dinheiro em espécie por qualquer serviço. Vale destacar que eventuais serviços que a concessionária pode cobrar pela execução, conforme determinação da Aneel, são tabelados e seus valores estão disponíveis no site da empresa, o www.celpa.com.br.

Caso o cliente receba uma proposta ilegal ou solicitação de pagamento em dinheiro, a situação deve ser denunciada imediatamente à Polícia e, ainda, comunicada a Celpa, para que a empresa acompanhe a investigação como forma de garantir um atendimento com qualidade e segurança para seus clientes.

Equipes Celpa – Os colaboradores e funcionários terceirizados da Celpa que atuam em contato com os clientes, como atendentes de agências, eletricistas, leituristas e demais profissionais de serviço de campo, possuem um fardamento com a identificação da empresa. É importante observar a presença de crachás com o nome do profissional impresso, a marca da empresa para a qual ele presta serviço e, claro, a marca da Celpa. Os veículos utilizados em campo pela concessionária e suas prestadoras também são padronizados, neles são visíveis tanto a marca da empresa terceirizada quanto da concessionária.

O cliente deve ficar atento à identificação dos prestadores de serviço e em casos de procedimentos suspeitos alguns dados devem ser anotados. Em situações que os procedimentos das equipes sejam suspeitos, é importante que o cliente tome nota do número da placa do veículo que está conduzindo os colaboradores, do número da frota e do nome da pessoa que fez a abordagem. Os dados devem ser repassados às autoridades locais e informados à Celpa pelo 0800 091 0196, para que seja feito o acompanhamento das investigações.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here