Um preservativo que muda de cor quando entra em contato com doenças sexualmente transmissíveis foi inventado por um grupo de jovens estudantes da Academia Isaac Newton, em Ilford, Essex.

A novidade, batizada de S.T.EYE, contém um indicador embutido e é capaz de identificar infecções como clamídia e sífilis.

Os jovens inventores possuem idades entre 13 e 14 anos. Eles receberam o prêmio de melhor inovação em saúde, concedido pelo TeenTech — dedicado a trabalhos de adolescentes nas áreas de ciências, engenharia e tecnologia.

Por enquanto, o projeto não tem perspectiva de chegar ao mercado.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here