A honraria para reconhecer os relevantes trabalhos desenvolvidos por personalidades do meio desportivo do município de Parauapebas foi criada na sessão ordinária desta terça-feira, 23 de abril.

A proposta da comenda de honra ao mérito esportivo “Islander Souza” foi apresentada ao plenário por meio do Projeto de Decreto Legislativo nº 01/2019.

A proposição é um projeto do vereador Zacarias Marques, que, no ensejo, homenageou o atleta Islander Souza, professor de artes marciais, que faleceu em fevereiro, vítima de câncer.

Zacarias Marques destacou que o nome da comenda é uma forma de homenagear o legado de Islander Souza. “As ações de Islander não morrerão com sua partida, já que ele foi um multiplicador do conhecimento e das artes marciais. Por isso, este projeto tem a intenção de reconhecer o mérito de atletas, que, assim como ele, contribuem ou contribuíram para o desenvolvimento das práticas esportivas no município”, contou o vereador.

Com a aprovação do projeto de resolução pelo parlamento, ficou definido que o título de comenda de Honra ao Mérito Esportivo “Islander Souza” será concedido a pessoas físicas, vivas ou in memoriam, nascidas ou não em Parauapebas, que tenham prestado relevantes serviços na área do esporte e do desporto do município e a pessoas jurídicas ou grupos organizados que tenham se destacado na referida área.

A entrega do título será feita em sessão solene ou ordinária da Câmara Municipal, em data a ser previamente agendada entre a mesa diretora e o homenageado. No caso de homenagem concedida a pessoa jurídica ou a grupo organizado, fará as vezes de homenageado, para recebê-la, o seu dirigente.

Trajetória

Islander chegou a Parauapebas em 2001, vindo da Bahia, e logo iniciou a prática de jiu-jitsu na cidade. Rapidamente, tratou de repassar os conhecimentos a mais alguns amigos. O atleta serviu ao município desde 2007 como professor de arte marcial.

Contudo, não foi só apenas no jiu-jitsu que Islander deu sua contribuição. Antes de se tornar mestre no jiu-jitsu, ele atuou como goleiro de futsal, defendendo a seleção da cidade com grande louvor. A notícia da morte de Islander Souza comoveu a todos que praticam artes marciais na cidade de Parauapebas.

Texto: Josiane Quintino / Revisão: Waldir Silva / Foto: Anderson Souza (AscomLeg)