“Era algo muito aguardado e agora chegou! Hoje, temos um hospital. Um orgulho para nós que moramos aqui. Já melhorou e vai melhorar muito mais”, comemorou o vigilante  Manoel Silva de Oliveira, 70 anos, que há 25 anos  é usuário da saúde pública de Parauapebas e prestigiou a entrega do Hospital Geral de Parauapebas Evaldo Benevides (HGP), que aconteceu na sexta-feira, 1º de julho, com a presença da comunidade, profissionais da área de saúde e autoridades.

O planejamento da obra do novo hospital público de Parauapebas começou em 2006, com início das obras só em 2007. “Depois de 9 anos,  estamos transformando uma realidade.  É um momento de alegria. Estamos preparando a cidade para o futuro”, disse o prefeito Valmir Mariano, afirmando que o Hospital também faz parte da estratégia de tornar a cidade em um grande centro de educação e conhecimento.

“Precisamos sair da dependência mineral. A educação e instalação de cursos superiores na área da saúde e utilizem a estrutura do novo hospital para formação acadêmica é nosso propósito”,  completou  o prefeito.

“Esta unidade hospitalar é a maior dos municípios da região norte, isto é uma honra para nós. Trago do governador a compromisso de fazermos juntos, um modelo de gestão que seja o melhor para a Parauapebas”, afirmou o secretário de Saúde do Estado do Pará, Vitor Emanuel Jesus Mateus, que representou o governador do Pará Simão Janete, no evento.

O Hospital presta homenagem a Evaldo Benevides, administrador de empresas por formação, empresário pioneiro em Parauapebas, que atuou como gestor de referência da área de saúde do município e faleceu em 2015.”Sentimos uma felicidade e orgulho imensuráveis. A gente espera que as pessoas que trabalhem no HGP tenham o mesmo compromisso e paixão que ele tinha de ajudar o próximo”, disse Vitória Chagas Benevides, 19 anos, uma dos quatro filhos de Benevides.

“É muito orgulho ver que um projeto do qual ele participou hoje está sendo concretizado”, assumiu Crislaine Benevides, filha de Evaldo que também esteve presente à solenidade de entrega do Hospital.

 

Funcionamento

Após a inauguração, o HGP começa a seguir um cronograma de funcionamento, com início em 25 de julho, do atendimento ginecológico, obstétrico e UCI-Neonatal, com cinco salas de pré-parto, parto e pós-parto, disponibilização de 100 leitos de internação cirúrgica, clínica médica e pediátrica.

O cronograma prevê de 4 a 8 de julho, agendamento, via Ouvidoria Municipal, de visitas orientadas às estruturas do HGP para entidades e associações. De 12 a 14 de julho, acontecerão as visitas orientadas.

De 15 a 24 de julho, o HGP passará por limpeza, higienização e desinfecção de toda a estrutura. Já o inicio dos serviços de UTI Neo-Natal, Infantil e Adulto acontecerá em 10 de agosto. Dia 30 de agosto, marca o início do atendimento de Pronto Socorro de Trauma. Dia 10 de setembro, início do serviço de hemodiálise e 2 de outubro, início do funcionamento da agência transfusional.

Serão ofertados serviços que já são disponibilizados no atual Hospital Municipal de Parauapebas: partos, cirurgias eletivas ou de urgência em média complexidade e internações. O Pronto Socorro continuará funcionando no mesmo local e continuará sendo a porta de entrada de urgências e emergências, assim como a UPA.

O HGP funcionará com atendimentos regulados, ou seja, os pacientes serão atendidos lá a partir dos encaminhamentos realizados pelas equipes das Unidades Básicas de Saúde, Policlínica, UPA e Pronto Socorro Municipal. A partir do fechamento de um consórcio intermunicipal, os serviços de alta complexidade, incluindo algumas cirurgias, UTI e diálise, serão disponibilizados.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here