Mineradora Vale, finge não lembrar do aniversario de Parauapebas

0
303

O município de Parauapebas, no sudeste paraense, completa 28 anos de emancipação nesta terça-feira, 10, e já é considerado um dos que mais cresce no país e que mais contribuem com a balança comercial brasileira. Localizada no centro da maior reserva mineral do mundo, a Serra dos Carajás, Parauapebas ocupa, desde 2012, o segundo lugar no ranking de cidades com maior Produto Interno Bruto (PIB) do Pará, ficando atrás somente da capital, Belém.

Hoje pela manhã (10) após a cidade de Parauapebas amanhecer cheia de outdoor de pretensos candidatos ao legislativo e executivo da cidade parauapebense, notou-se a ausência de agradecimento e gratidão da mineradora VALE ao município de onde a mesma explora e tira a maior parte de seu sustento e que a mantêm no topo da lista das maiores empresas de mineração do mundo.

 

Em uma postagem no Facebook, André Santos diz:

A mineradora multinacional Vale está se fazendo de doida em relação ao 28º aniversário do município de Parauapebas, de onde, atualmente, tira a maior parte do seu sustento. A empresa não fez ou mandou fazer qualquer publicidade agradecendo Parauapebas pela fortuna que já extraiu daqui, particularmente em minério de ferro.
Desde o dia 10 de maio de 1988 até hoje, a Vale extraiu 1,94 bilhão de toneladas de minério de ferro da mais elevada pureza do planeta, apenas nos limites do município de Parauapebas. A fonte dessa informação? Os relatórios anuais da própria Vale, mais uma pitada de números extraídos do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior.
E sabe quanto a Vale já lucrou em cima das costas de Parauapebas? R$ 164 bilhões. Esse é o número disponível das operações da mineradora no município de 1997 para cá, com base em dados do Departamento Nacional de Produção Mineral.
Nenhum outro lugar do país concedeu tantas glórias financeiras a uma empresa como o que Parauapebas vem fazendo com a Vale.
E a Vale, o que faz no aniversário de Parauapebas? Onde ela está? O que apronta? Como se sustenta? É um caso para o Globo Repórter.

A equipe do Portal Noticias de Parauapebas não conseguiu entrar em contato com a Assessoria de comunicação da Vale.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui