Trending News

Blog

Bairro Cidade Jardim ganhará escola municipal até junho
Parauapebas

Bairro Cidade Jardim ganhará escola municipal até junho 

“Meu sonho sempre foi ter uma escola bem grande para termos liberdade na hora do recreio e poder praticar esportes. Gostei muito das salas que são maiores também”. A declaração é da estudante Vitória Mota, que não vê a hora de começar a estudar no novo prédio da Escola Municipal Dorothy Stang, cujas obras serão entregues até junho deste ano pela Prefeitura de Parauapebas.

Vitória Mota está entre os 1,4 mil alunos da instituição que hoje estudam em prédio alugado e que serão beneficiados, juntamente com toda a comunidade escolar, com as novas instalações da Dorothy Stang.

Na manhã desta quinta-feira, 13, o prefeito Darci Lermen, secretários municipais e a Imprensa de Parauapebas visitaram as obras, para checar o andamento da construção da escola, uma moderna estrutura de 4,6 mil metros quadrados de área construída num terreno de 8,8 mil metros quadrados, o que a transforma numa das maiores instituições de ensino fundamental do município.

“É uma estrutura totalmente acessível com 15 salas de aula, biblioteca, laboratórios, quadra poliesportiva, e já executamos até o momento 65% da obra, conforme o cronograma”, informa o engenheiro Théo Miranda, enquanto o prefeito Darci atestava o alto padrão da escola.

“Fico muito feliz em ver que esta obra está bastante adiantada, uma escola de grande porte que irá dar um conforto melhor para nossas crianças, bem como praticar o ensino, aprendizagem com muita qualidade”, ressalta o gestor.

Além de laboratórios de informática e ciências, a estrutura da Escola Dorothy Stang conta com banheiros, pátio, área de cocção e administração. A nova unidade segue os padrões da escola Nelson Mandela, inaugurada pela prefeitura em março do ano passado, no bairro Tropical.

O secretário municipal de Educação, Luiz Vieira, reafirmou a importância do investimento numa escola que atende os padrões do Ministério da Educação (MEC) e que estará aberta a todos. “A Dorothy Stang é mais do que uma escola: é um anseio da comunidade e atenderá ao público geral, que poderá usufruir da quadra e dos espaços da construção”, pontuou o secretário.

Geração de emprego

Com a construção da escola, foram gerados empregos em Parauapebas. Hoje, a obra emprega 75 funcionários, diretamente. Para Tarcísio dos Santos, de 31 anos, que estava desempregado, trabalhar numa obra de grande porte tem sido gratificante. “Eu estava desempregado há um ano e meio e consegui arrumar um emprego justo na escola que meu filho vai estudar, além de ter uma renda fixa mensal, o que tem sido maravilhoso”, afirma ele.

Texto: Suellen Medeiros

Fotos: Piedade Ferreira

Related posts

Site Protection is enabled by using WP Site Protector from Exattosoft.com