Assaltante vacila e perde arma para vítimas

377

No momento em que acabava de assaltar um casal, Ronierison Rocha da Silva se empolgou com a quantidade de dinheiro, deixou a arma sobre uma mesa e começou a colocar as cédulas nos bolsos, momento em que uma das vítimas se apoderou da arma e o bandido foi entregue à Polícia Civil, onde se encontra recolhido à disposição da Justiça.

O caso ocorreu por volta das 6h40 da manhã de domingo (8), na Rua Ayrton Senna, Bairro Nova Vida II, em Parauapebas.

No Boletim de Ocorrência, o sargento PM Odaildo Vicente contou que, armado com um revólver calibre 38, o acusado abordou o casal Ilosmar Costa Saraiva e Detiane dos Santos Saraiva, no quintal da residência de ambos, e anunciou o assalto.

No momento em que pegava as cédulas de dinheiro e colocava nos bolsos, o assaltante colocou a arma sobre a mesa e aí Ilosmar Saraiva se apoderou da mesma, houve luta corporal, mas o bandido acabou sendo imobilizado com a ajuda de Detiane Saraiva e de vizinhos, e entregue à polícia.

Em depoimento, Detiane conta que, sob a ameaça de arma de fogo, ela passou uma importância aproximada de mais de 500 reais para o assaltante. “Houve luta, mas o assaltante foi amarrado nos pés e braços e entregue à polícia, com o auxílio de vizinhos, que ouviram os pedidos de socorro”, explica.

Pressionado pelas vítimas e populares, Ronierison confessou que assaltara o casal seguindo orientação do comparsa e ex-detento Francisco Alves, conhecido por “Chico”, que trabalhou por um determinado tempo no estabelecimento comercial do casal Ilosmar e Detiane, de onde fora despedido por vir subtraindo mercadorias.

Procurado pela reportagem, Ronierison Rocha da Silva não quis falar com a imprensa.

(Vela Preta/Waldyr Silva)

Comentários