Área do Pé Inchado continua sendo desocupada

0
407

Como parte da desocupação da área conhecida como “Pé Inchado”, anexo à Praça dos Metais que já foi desocupada, as chamadas ‘gaiolas de galinhas’ foram removidas no início da semana.

Os comerciantes de aves abatidas (galinhas), aguardavam a conclusão da construção dos abatedouros no CAP (Centro doe Abastecimento de Parauapebas) para onde foram removidos e já estão fazendo os abates e comercialização.

O abatedouro, nos fundos do CAP, conta com 10 boxes, equipados com pia e área para abate e depenação, bem como balcão para comercialização das aves. Outro diferencial do local, em relação ao anterior no Pé Inchado, é o padrão de qualidade e a possibilidade de fazer a devida higiene tendo drenos específicos para escoar os dejetos como, por exemplo, sangue; além do devido expurgo de penas e vísceras dos animais.

Ao lado do abatedouro ainda está sendo construído um galpão que abrigará as aves evitando assim o mau cheiro que exala das gaiolas onde elas ainda ficam cativas até que sejam compradas.

Na área do Pé Inchado ainda estão os restaurantes cujos operadores aguardam local adequado para o remanejamento. Há para isso duas áreas específicas, uma é o Mercado do Rio Verde, onde os boxes estão sendo preparados; o outro é o CAP cujos boxes estão já desocupados.

Francesco Costa – Da redação

 

 

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor, faça seu comentário
Por favor, digite seu nome aqui