Ano fecha com saldo negativo no setor da Agropecuária, no Pará

831

O ano de 2015 fecha com saldos negativos de empregos no setor da agropecuária no Pará e na maioria dos estados da Região Norte do país. De acordo com dados do balanço do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), em novembro o saldo negativo na geração de empregos formais no Pará foi de 0,97%. Em todo o Estado, foram feitas 1.781 admissões contra 2.312 desligamentos.

Os números são equivalentes a perda de 531 postos de trabalhos no Estado somente no penúltimo mês de 2015. Além do Pará, outros estados como Rondônia com a perda de 196 postos e o Acre com a perda de 39 postos também tiveram destaque nas quedas de acordo com o Dieese.

Na região norte, no mesmo período, foram feiras 3.669 admissões contra 4.223 desligamentos, gerando um saldo negativo de 554 postos de trabalhos com queda de 0,56% no emprego formal.

Ainda de acordo com o Dieese, a queda no Estado, de janeiro a novembro foi 3,67% na geração de empregos formais. Foram feiras 27.314 admissões contra 29.400 desligamentos gerando um saldo negativo de 2.088 postos de trabalhos no Pará. Já os dados gerais da região norte do período de janeiro a novembro deste ano, indicam que foram feitas no setor 52.204 admissões contra 52.438 desligamentos, o que gerou um saldo de 0,24% de queda no emprego formal.

Em 2014, durante os 12 meses a situação foi inversa, foram feitas no setor 31.868 admissões contra 30.351 desligamentos gerando um saldo positivo de 1.517 postos de trabalhos.

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here