A americana Erika Crisp, de 40 anos, e 15 amigos acabaram sendo infectados pelo novo coronavírus após irem a um pub irlandês em Jacksonville, na Flórida, nos EUA, para comemorar o fim do “lockdown” na cidade. Segundo Erika, no momento da comemoração, ninguém estava usando máscara e o grupo não respeitou o distanciamento social.

Em entrevista News4Jax, a mulher disse que ela e os amigos se sentiram seguros para sair às ruas. “Fomos descuidados(…) O estado reabriu os bares e disse a todos que estava tudo bem. A gente se aproveitou disso. Mas reabriram cedo demais”, comentou Erika.

Ainda segundo o canal de notícias, a americana chegou a ficar acamada durante oito dias com os sintomas da Covid-19. Ela e seus amigos agora esperam que a história deles sirva de exemplo, para que outras pessoas não comentam o mesmo erro.

A direção do bar informou que o estabelecimento fechou as portas para fazer uma desinfecção e exames nos funcionários.