A AGU (Advocacia-Geral da União) recorreu nesta terça-feira (25) da decisão do juiz substituto Renato Borelli, da 20ª Vara Federal do DF, que suspendeu o aumento de tributos sobre os combustíveis anunciado pelo governo na semana passada.
Em decisão provisória (liminar), o juiz suspendeu os efeitos do decreto que determinou o aumento de PIS/Cofins sobre gasolina e etanol.
Na peça, apresentada ao TRF-1ª Região (Tribunal Regional Federal), a AGU rebate os argumentos apresentados por Borelli, que falou em “ilegalidades” devido ao não cumprimento da “noventena”, prazo de 90 dias entre a edição da norma e sua entrada em vigor.
“Observo que a suspensão dos efeitos do mencionado Decreto tem como consequência o imediato retorno dos preços dos combustíveis, praticados antes da edição da norma”, diz o juiz.
Borelli afirma ainda que a elevação das contribuições deveria ter sido feita por lei, e não por decreto.

Fonte: FolhaPress

Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here