Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Início Notícias 30 mil terão de refazer perícia do INSS no Pará

30 mil terão de refazer perícia do INSS no Pará




O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) irá convocar beneficiários para refazer perícias de auxílio-doença e aposentadoria por invalidez. No total, serão chamados 530 mil beneficiários com auxílio-doença e 1,2 milhão de aposentados por invalidez com menos de 60 anos de idade que estão há mais de dois anos sem perícia. No Pará, serão 30 mil convocados, sendo 15 mil pela aposentadoria e 15 mil que recebem o auxílio-doença.



A convocação será feita por meio de carta com aviso de recebimento. Após o comunicado, o segurado terá 5 dias úteis para agendar a perícia pelo número 135. Segundo o instituto, o pente-fino dos benefícios já proporcionou uma economia de R$ 715 milhões ao Fundo da Previdência. Os recursos são referentes ao cancelamento de mais de 43 mil benefícios de auxílio-doença, autorizados pelas Medidas Provisórias 739, de julho de 2016, e 767, de janeiro de 2017. Ao todo, já foram revisados 37 mil benefícios de 108 mil pessoas convocadas por meio de carta.

GESTÃO




Na avaliação do secretário-executivo do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário (MDSA), Alberto Beltrame, o resultado da revisão mostra o comprometimento do governo federal em melhorar a gestão e governança dos recursos públicos. “Nosso objetivo é apenas direcionar os benefícios a quem realmente precisa”, explica. Do total de benefícios revisados, 11.502 foram cessados por não comparecimento; 28.872 foram cancelados na realização da perícia; 2.636 tiveram data remarcada para cessação; 547 benefícios foram convertidos em auxílios-acidente; 1.695 foram encaminhados para reabilitação e 3.383 transformados em aposentadoria por invalidez.

PARA ENTENDER

revisão dos benefícios

– O Programa de Revisão dos Benefícios por Incapacidade reúne os segurados que estão há mais de dois anos sem realizar perícia médica. O beneficiário que não atender a convocação ou não comparecer na data agendada terá o benefício suspenso. Para reativar o auxílio, ele deverá procurar o INSS e agendar a perícia. Na data marcada para a realização da avaliação, o segurado deve levar documento de identificação com foto e toda a documentação médica disponível, como atestados, laudos, receitas e exames.




Comentários

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Must Read

Festival junino de Parauapebas terá pontapé inicial nesta quarta-feira. Confira a programação

Nesta quarta-feira (26) será dado o pontapé inicial no XVII Festival Jeca Tatu de Parauapebas, com 27 agremiações juninas, as quadrilhas vão fazer a...

Simulado de emergência de barragem será realizado na APA do Gelado

Dando continuidade às ações que visam orientar e treinar a comunidade sobre como proceder em caso de emergência será realizado um segundo simulado (treinamento)...

Universitários de Canaã dos Carajás que estudam em Parauapebas serão cadastrados

A prefeitura de Canaã dos Carajás, em ação conjunta com o Pacto por Canaã e o Polo Educacional do município, vai cadastrar todos os...

Reitor da UNIFESSPA visita Canaã para discutir construção de Campus no município

O reitor da Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (UNIFESSPA), Maurílio Monteiro, visitou Canaã dos Carajás nesta segunda-feira (24), onde participou de...

Curionópolis realiza abertura do Arraiá do Alteredo em Serra Pelada

Por mais um ano, Curionópolis entra no circuito folclórico brasileiro e realiza a abertura do tradicional Arraiá no Alteredo em Serra Pelada. A festa,...

Comentários